07/08/2018 às 08h09min - Atualizada em 07/08/2018 às 08h09min

Amigos ajudam roupeiro na meta de reduzir peso

Paulo Edson, que chegou a pesar 170 kg, quer atingir a marca dos 98 kg e jogar pelos veteranos

EDER SOARES | REPÓRTER
Paulão tem o carisma de atletas e torcedores do Verdão (Divulgação)
 
São quase 30 anos de trabalhos prestados ao Uberlândia Esporte Clube. Paulo Edson José Cardoso, de 49 anos, popularmente conhecido como Paulão, é o roupeiro do clube. Dono de um carisma contagiante e respeitado por atletas que estão ou que já passaram pelo clube, Paulão sempre teve como principal barreira física o peso excessivo. Chegou a pesar 170 kg. Por conta própria, decidiu mudar sua rotina de vida, e acabou ganhando um incentivo extra dos amigos.Um grupo de aproximadamente 20 ex-atletas do futebol local tenta arrecadar cerca de R$ 3.100 para que Paulão possa entrar em um programa de reeducação alimentar, acompanhado também por profissionais de educação física e da área de alimentação.

Um dos ‘cabeças’ na busca de ajuda ao roupeiro do Uberlândia Esporte é o ex-centroavante Haeder, que jogou pelo Verdão e outros clubes profissionais, sendo o maior artilheiro da história do Campeonato Amador de Uberlândia.
“Tudo começou com uma visita de rotina, pela nossa empresa, na casa do Paulão, onde apresentamos um chá detox para a esposa dele. Nessa oportunidade, o Paulão nos falou sobre os problemas de peso que vem enfrentando ao longo da vida. Foi aí que veio a ideia de nos unir a vários amigos e colocar ele em um programa que temos”, disse.
Até o momento, o grupo chegou à quantia de R$ 1,2 mil. “A cada dia o grupo ganha mais adeptos e acredito que vamos conseguir dar essa força para o Paulão. A intenção é que a história dele possa servir como exemplo para outras pessoas”, disse Haender.

Determinado a ter uma melhor qualidade de vida, Paulão já baixou o peso para 142 kg. Ele já vem treinando por orientação de preparadores físicos e fazendo piscina, esteira e exercícios na areia. A meta do roupeiro do UEC é chegar aos 98 kg e no próximo ano disputar o Campeonato de Veteranos da Liga Uberlandense de Futebol (LUF). “Eu não tenho palavras para agradecer tantos amigos que vêm me dando esta força. Acho que a busca por uma vida saudável é essencial para qualquer pessoa. Tive muitos problemas em função do meu peso e de hábitos alimentares nada condizentes com uma boa saúde. De agora em diante é vida nova”, afirmou.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »