06/08/2018 às 12h28min - Atualizada em 06/08/2018 às 12h28min

Neto encontra troféu perdido em Uberlândia

A peça estava guardada em um cômodo de sua empresa, misturada entre doações

EDER SOARES | REPÓRTER
Neto encontrou o troféu em meio doações do seu projeto social (Divulgação)
 
Na semana passada, o uberlandense Neto, eleito o melhor jogador de futsal do mundo durante a disputa do Mundial da Tailândia (2012), tomou um susto ao não encontrar o seu troféu. Pelas redes sociais, ele pediu ajuda aos seus seguidores para recuperar a peça. Ainda no final de semana, através do seu Instagram, Neto deixou fãs e amigos mais tranquilos. A peça foi achada em meio doações do projeto social que é mantido por ele. Constrangido pela situação, o ex-jogador fez questão de explicar todo o episódio.
 
“O troféu já está em minhas mãos novamente. Quero agradecer a todas as pessoas que se sensibilizaram e ajudaram para que fosse encontrado. Houve um grande equívoco, pois ele foi encontrado em meio às doações do nosso projeto Social “Anjos das Ruas Udi”. Deixa eu explicar melhor: Na minha empresa destinamos dois cômodos para guardarmos doações de roupas, alimentos, móveis e posteriormente doarmos aos moradores de rua e famílias carentes de Uberlândia, e nesse meio tempo meus pais levaram o meu troféu para lá e se misturou a todas essas doações. Ao separar para podermos destinar as doações, ali foi encontrado o troféu. Foram mobilizadas tantas pessoas para que fosse encontrado, então venho aqui pedir desculpas, afinal, foi uma sucessão de erros que levaram ao desaparecimento do troféu, mas ainda bem que foi encontrado, afinal, é a principal lembrança do momento mais importante da minha carreira”, disse.  
 
Neto, que no começo deste ano anunciou a aposentadoria das quadras, é considerado um dos melhores jogadores da história do futsal brasileiro, tendo conquistado inúmeros títulos por clubes brasileiros, da Europa e também pela Seleção Brasileira. O seu último clube, no ano passado, foi o Sorocaba (SP), onde atuou ao lado do maior jogador de todos os tempos, Falcão.  Ainda em 2017, ele retornou às quadras depois de vencer a luta contra dois tumores malignos.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »