20/07/2018 às 07h43min - Atualizada em 20/07/2018 às 07h43min

“Santo de casa faz milagre” traz mais de cem peças de 18 artesãos de Uberlândia

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Visitantes durante a abertura da exposição na quarta (18) (Valter de Paula/Secom/PMU)
O Espaço Cultural do Mercado Municipal de Uberlândia está mais acolhedor nesses dias, preenchido por artesanato de 18 artesãos da cidade que em aproximadamente 180 peças levam, cada um à sua maneira, um pouco de história. A exposição “Santo de casa faz milagre” fica em cartaz até dia 31 de agosto e é uma ótima oportunidade para conhecer esses obreiros da arte que por meio das mãos deixam fluir um talento muitas vezes nato.
Para chegar aos selecionados a Secretaria Municipal de Cultura (SMC) fez um trabalho de pesquisa intenso nos últimos dois meses. Segundo a curadora da exposição e também coordenadora do espaço, Yone Correa, é necessário estar respaldado por toda a biografia do artesão e utilizar critérios como o mínio de uso de ferramentas possível.
“O tear ou a lançadeira são usados como extensão das mãos dos artesãos que trabalham com matérias-primas brutas que vão do barro a fibras orgânicas. É preciso ter um cuidado redobrado porque nem tudo que nos é apresentado hoje como artesanato pode ser considerado como tal”, explicou Yone.

Oferecer o Espaço Cultural do Mercado é uma forma de valorizar os artesãos e dar mais visibilidade aos trabalhos deles. As temáticas vão de religiosidade a música, passando por tradições regionais visíveis nas peças. São histórias contadas a cada boneca de pano, a cada viola caipira, a casa vaso de barro, a cada bordado.

Na mostra, materiais resultantes de técnicas como estaria e ourivessaria (fabricação de ornamentos a partir de metais preciosos) que dividem espaço com as peças em madeira e cerâmica, além do trabalho de tecedeiras, bordadeiras e do luthier, que fabrica instrumentos musicais.
Quem adquire uma peça dessas leva para casa mais que um presente. O comprometimento do artesão com seu trabalho faz com que cada peça seja única. “A mostra tem um viés de preservação da cultura raiz do município. Queremos mostrar o valor desse trabalho na cidade. Selecionamos pessoas que vivem e fomentam sua arte em Uberlândia”, comentou Yone.

SERVIÇO

O QUE: Exposição “Santo de casa faz milagre”
ARTESÃOS: Belchior Antônio Pulquério, Claudete Baccaro, Dina Justino, Dona Negrinha, Edward Moura, Gaspar Batista de Souza, Gleyson Queiroz Ferreira, Graciela Noemi Kimura, Juliana Rossi, Marcelo Wênio, Maria Cristina Chibli, Sueli Chibli, Pedro das Geraes Evangelista, Raquel Eliane Fernandes, Robson Brito, Ronaldo Alves Brandão, Sebastiana Pedro Araújo e Vilma dos Reis Rodrigues
ONDE: Espaço Cultural do Mercado Municipal (Av. Olegário Maciel, nº 255, Centro)
QUANDO: até 31 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h (exceto feriados)
ENTRADA FRANCA
CLASSIFICAÇÃO: livre
INFORMAÇÕES: 3235-7790
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »