20/07/2018 às 07h39min - Atualizada em 20/07/2018 às 07h39min

Mauricio de Sousa abre o estúdio para fãs

FOLHAPRESS
MSP/Divulgação
Como nascem as histórias da Turma da Mônica? Essa é uma pergunta que os fãs terão respondida a partir de 7 de agosto, quando o estúdio do cartunista Mauricio de Sousa, na região da Lapa, em São Paulo, abre suas portas para a visitação de fãs.

O anúncio foi feito na quarta-feira (18), dia em que o cachorro Bidu, primeiro personagem do cartunista, completa 59 anos. Nem azul ele era ainda quando saiu de uma caixa para encontrar seu dono, Franjinha, na publicação de 1959 da “Folha de S.Paulo” - até então, Maurício trabalhava como repórter policial no jornal. A Mônica, personagem nem existia - apareceu só na 18ª tirinha.

Segundo Mauricio, as visitações são um pedido antigo dos fãs, de idades variadas, que enviam cartas, e-mails e telefonam para saber detalhes da produção. O local, que inclui um pequeno museu da história do cartunista, uma apresentação em vídeo e um passeio pelos setores de produção, vendo os artistas desenvolverem roteiros, desenharem e colorirem.

Os passeios serão monitorados e acontecerão de terça a quinta, das 10h às 11h30 e das 14h30 às 16h. Os ingressos serão vendidos pela internet a R$ 150 (inteira) e R$ 75 (meia) - não serão permitidas crianças de até cinco anos.

O projeto é parte das comemorações pelos 60 anos da Mauricio de Sousa Produções, comemorado em 2019.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »