17/07/2018 às 13h05min - Atualizada em 17/07/2018 às 13h05min

Prédio de escola incendiado foi interditado

VINÍCIUS LEMOS - REPÓRTER
O incêndio foi registrado às 2h23 da última segunda-feira (16) (Divulgação)
A estrutura que sobrou da antiga Estadual Alda Mota Batista, no bairro Tubalina, está interditada por risco de desabamento. Um incêndio destruiu o prédio na madrugada dessa segunda-feira (16). A interdição aconteceu após uma vistoria feita pela Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e também por engenheiros da Superintendência Regional de Ensino  ocorrida nesta segunda-feira (17).

O grande risco está no paredão da escola, localizado no cruzamento das ruas Guerra Junqueira e Imperatriz Leopoldina. A estrutura de alvenaria esta cedendo e leva risco a pedestres, já que no local há uma calçada. Reboco e tijolos estão soltos e podem cair sobre pessoas que passarem pelo trecho. A própria calçada já teria acúmulo de entulho.

O incêndio foi registrado às 2h23 de segunda e o Corpo de Bombeiros precisou disponibilizar dois caminhões de combate para apagar as chamas. Como a escola está desativada e era madrugada, ninguém ficou ferido. As atividades da Escola Estadual Alda Mota Batista foram transferidas, há mais de dois anos, para uma nova sede, no bairro Jardim das Palmeiras II, depois de quase três anos de atraso. O investimento foi de mais de R$ 4 milhões do governo do Estado.

Mesmo antes de ser indiciado, o prédio estava em condições precárias, com rachaduras nas paredes e buracos no piso, vidraças e telhas quebradas, pintura e portas deterioradas, quadra poliesportiva sem manutenção, pia sem torneira e lâmpadas queimadas na sala de aula.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »