23/05/2018 às 05h35min - Atualizada em 23/05/2018 às 05h35min

Artilheiro do UEC vive boa fase na Série D do Brasileiro

Tiago Amaral é o capitão da equipe e tem média de um gol por partida na competição nacional

ÉDER SOARES | REPÓRTER
 
Faz algum tempo que o torcedor do Uberlândia Esporte Clube não vibrava com o seu centroavante como um dos artilheiros em competições. Tiago Amaral, de 33 anos é natural do Rio de Janeiro e fez maior parte da sua carreira em terras fluminenses. O jogador, capitão da equipe, vem agradando a torcida alviverde não somente pelos cinco gols marcados na Série D do Brasileiro, média de um gol por partida, mas principalmente pela liderança entre o grupo e pela voluntariedade na recomposição da marcação, quesito fundamental no futebol moderno.
 
O último atacante artilheiro com a camisa do Uberlândia foi Marcelo Régis, que em duas passagens pelo clube, marcou 16 gols, sendo 12 deles em sua última estada no título do Campeonato Mineiro – Módulo II de 2015. Em estado de graça com a cidade e em boa fase técnica, Tiago é muito ponderado e garante que não se ilude com o bom momento. Segundo ele, o Verdão ainda tem muita água para remar até chegar ao objetivo.
 
“Eu sou somente uma pequena engrenagem dentro dessa máquina que é o Uberlândia. Não tenho vaidades em ser o artilheiro, mas sim que o clube no final da competição consiga o objetivo que é o acesso para a Série C, isso é o mais importante. Se tiver um companheiro em melhor condição para fazer o gol, sempre vou optar em passar a bola”, disse.
 
O vice artilheiro da Série D tem histórico de fazer muitos gols ao longo da carreira. Em 2016, por exemplo, foi campeão da Taça Rio pelo Volta Redonda, quando também foi o artilheiro da competição carioca assinalando dez gols.
 
“Sempre gostei de trabalhar com pelo menos um atacante de maior experiência. O Tiago tem qualidades que me agradam muito. É um atleta que joga pelo clube e não em razão por si só. Ele vem nos ajudando muito nesta primeira fase e tenho certeza que irá ajudar mais ainda na fase dos mata-matas, com a sua qualidade e liderança”, disse o técnico Felipe Surian, com quem Amaral trabalhou no Volta Redonda em 2016.  
 
No próximo domingo, o Verdão joga contra o Atlético (ES), em Cariacica (ES), pela última rodada da Série D. Nesta oportunidade, o técnico Felipe Surian poderá dar um descanso para alguns jogadores, entre eles podem estar Tiago Amaral. Mas se depender do atacante, ele quer estar em campo.
 
“Vamos esperar o que nosso treinador irá definir, mas se depender de mim eu quero jogar, é claro. Acho importante ganhar ritmo de jogo, é claro que se olharmos pelo lado do desgaste seria importante descansar para começar a segunda fase com gás total. Seja o que for definido eu vou acatar de forma tranquila”. Se o Verdão bater o time capixaba garantirá a primeira colocação do grupo A13.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »