14/05/2018 às 18h34min - Atualizada em 14/05/2018 às 18h34min

BR-365 vai receber R$ 38 milhões em Uberlândia e Monte Alegre

Obras tiveram recursos garantidos para serem executadas

VINÍCIUS LEMOS E MARIELY DALMÔNICA | REPÓRTER
 
As obras da trincheira do bairro Taiaman, na BR-365 em Uberlândia, e também de finalização da travessia urbana no Município de Monte Alegre de Minas tiveram recursos garantidos para serem executadas. No caso da obra na cidade vizinha, serão pouco mais de R$ 28 milhões e a previsão é que ela seja iniciada ainda em maio. Em relação à trincheira na região oeste uberlandense, ainda que haja a rubrica no valor de R$ 10 milhões, ainda não há uma previsão para que aconteça.

Para que fossem liberados ambos os valores, houve atuação do deputado Tenente Lúcio (PR-MG), sendo que para Monte Alegre houve ainda a parceria do deputado Aelton Freitas (PR-MG). Apesar da ação parlamentar, desde o final do ano passado uma decisão da Justiça Federal determinada que as obras na BR-365 fossem finalizadas no local, após Ação Civil Pública do Ministério Público Federal (MPF).

De acordo com Tenente Lúcio, as primeiras obras devem ser realizadas em Monte Alegre. “Depois que forem finalizadas, retomaremos a obra no Taiaman, que está parada há oito anos. Nós dependemos do Ministério do Transporte e do Ministério do Planejamento para liberar os recursos, mas acredito que em agosto deste ano as obras da trincheira do Taiaman se iniciem”, disse o deputado.

Na travessia urbana de Monte Alegre serão construídos dois viadutos, uma passagem inferior, passarelas, será feito o prolongamento da via marginal à rodovia e também será concluída a duplicação da BR-365. De acordo com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Minas Gerais, Fabiano Martins Cunha, a ordem de serviço é esperada até o fim deste mês e a obra deve durar 180 dias. “Deve ser publicada amanhã (terça-feira) no Diário Oficial da União a contratação por dispensa (de licitação) em decorrência da decisão judicial e para cumprimento”, disse Cunha.

As obras em Monte Alegre começaram em 2008 e estão interrompidas desde 2010 e não havia previsão de retomada.

TAIAMAN

Já em Uberlândia, o Dnit foi comunicado pelo Ministério dos Transportes sobre a futura liberação da verba para realização da trincheira, mas o departamento ainda aguarda a tramitação na pasta. “O deputado viabilizou junto ao ministro (Valter Casimiro Silveira) e ele me informou. Só que essa rubrica ainda está em tramitação mesmo autorizada e leva alguns dias. (Sobre previsão de início das obras) Não posso afirmar, pois não está sob a minha gestão”, afirmou o superintendente do Dnit no Estado.

O local precisa ainda passar por desapropriações, que serão feitas pela Prefeitura de Uberlândia. As obras foram iniciadas em setembro de 2013 e paralisadas em outubro do mesmo ano, após uma falha encontrada no projeto. Os trabalhos foram retomados em 2014 e paralisados novamente.

Por meio de nota, a Prefeitura Municipal de Uberlândia informou que o Dnit é responsável pela obra e que nenhuma solicitação ou requerimento relacionado à desapropriação no trecho foi recebida pela Prefeitura.

XAPETUBA E TREVÃO

Outras duas obras previstas na BR-365 na região do Triângulo é a finalização da obra de arte e interseção da rodovia com a BR-452, além do Trevão, na confluência da BR-365 com a BR-153. Segundo Fabiano Cunha, elas estão incluídas na concessão da 365, que foi aprovada em março deste ano.

O trecho a ser concedido é de 437 quilômetros, entre Uberlândia e a BR-060 em Jataí (GO). O prazo para a concessão será de 30 anos, prorrogável por outros 30. O processo de licitação vai ser na modalidade de leilão, a ser realizado em sessão pública, por meio da apresentação de propostas econômicas, em envelopes fechados. Não há data para que o processo aconteça.

Segundo informações do Tenente Lúcio, este trecho da rodovia será todo privatizado por uma concessionária que ganhou a licitação.  
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »