11/05/2018 às 07h31min - Atualizada em 11/05/2018 às 07h31min

Treinador do Praia está com a Seleção na Liga das Nações

Paulo Coco auxilia o tricampeão olímpico José Roberto Guimarães na disputa que acontece em Barueri (SP)

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Paulo Coco diz que todos querem vencer o campeão: a missão será o Praia Clube | Foto: FIVB/Divulgação
 
Nem mesmo o título da Superliga Feminina com o Dentil/Praia Clube foi suficiente para que o técnico Paulo Coco tivesse alguns dias de descanso. Depois de conquistar seu primeiro caneco da competição mais importante do voleibol brasileiro, Coco foi direto para o Centro de Treinamento da Seleção Brasileira, em Saquarema (RJ), onde trabalha como auxiliar do técnico tricampeão olímpico José Roberto Guimarães. O time brasileiro se prepara para a disputa da Liga das Nações, que terá a primeira fase disputada em Barueri (SP), entre os dias 15 e 17 deste mês.

A diretoria praiana ainda não se pronunciou oficialmente, mas os treinamentos visando a temporada 2018/2019 da Superliga devem começar, como de costume, em meados do mês de julho. Em entrevista ao Diário de Uberlândia, Paulo Coco falou sobre os méritos do título inédito do Praia, em cima do Rio de Janeiro do técnico Bernardinho, e projetou uma nova temporada, ainda mais difícil.

“Foi uma temporada de muitas dificuldades e na qual quebramos muitos tabus, como terminar uma fase classificatória em primeiro lugar, quando Rio e Osasco dominaram isso por anos e ainda vencer Osasco e Rio fora de casa. O título veio pelo mérito do trabalho realizado, da qualidade da equipe e a campanha foi se construindo ao longo da temporada, degrau a degrau e seguindo uma evolução, como discursamos o tempo todo. Foi o que aconteceu”, disse Coco, que completou falando sobre os desafios para a próxima Superliga.

“Agora, a nossa responsabilidade e a cobrança irão aumentar, sem dúvidas, porque o Praia passa a ser ainda mais o foco das atenções, já que é o atual campeão e todos querem vencer o campeão. Viremos com um time ainda mais forte, mas o trabalho e o foco precisam ser os mesmos, porque o clube sentiu o gosto especial que tem de ser campeão e vai querer continuar nessa trajetória”, afirmou Coco.

TORNEIO

O primeiro desafio das donas da casa na Liga das Nações será a Alemanha às 15h05 da próxima terça-feira (15). A TV Globo transmitirá ao vivo. O treinador José Roberto Guimarães destacou a importância de conseguir bons resultados no Brasil.

A competição acontecerá pela primeira vez em 2018, substituindo o Grand Prix, onde o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Agora, com novo nome e formato, a competição terá 16 equipes na disputa pelo título.

“A possibilidade de jogar em casa é uma ajuda muito grande. Tenho certeza que a torcida vai estar presente. Será muito importante tentar ganhar esses três jogos para sairmos do Brasil com nove pontos, o que ajudaria a nossa classificação para fase final. A Liga das Nações é uma competição longa e queremos chegar na fase final na China. Precisamos jogar o maior número de partidas possíveis para dar experiência ao nosso time. Essa será uma excelente preparação para o Mundial”, explicou José Roberto Guimarães.

Um dos destaques da equipe brasileira, a campeã olímpica Tandara está confiante em um bom desempenho do time verde e amarelo.

“É muito bom jogar essa primeira etapa no Brasil. Serão três adversários difíceis como o Japão que nos venceu nas duas últimas vezes que nos enfrentamos. Estamos tendo muito cuidado na preparação e queremos ter um bom desempenho nesses três jogos. Acredito que a torcida estará presente e vai nos apoiar nesses jogos”, afirmou Tandara.

O grupo brasileiro é formando pelas levantadoras Roberta, Macris e Dani Lins, as opostas Tandara e Monique, as ponteiras Gabi, Rosamaria, Drussyla, Amanda e Natália, as centrais Carol, Bia, Adenízia, Mara e Thaisa e as líberos Suelen, Jaqueline e Gabi Guimarães.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »