04/05/2018 às 10h40min - Atualizada em 04/05/2018 às 10h40min

62 mil eleitores de Uberlândia precisam regularizar título

MARIELY DALMÔNICA | REPÓRTER
Movimento no Foro Eleitoral tem sido baixo durante a semana | Foto: Núbia Mara Mota
 
Cerca de 62 mil eleitores ainda não regularizaram o título por meio do processo de recadastramento biométrico obrigatório na Justiça Eleitoral em Uberlândia. O prazo final é até a próxima quarta-feira (9). Sem a regularização do título, o eleitor ficará impedido de retirar passaporte e participar de concursos públicos. A pessoa também ficará impedida de votar nas eleições de outubro.

De acordo com o técnico judiciário do cartório, Adenilson Silva, o movimento no local está mais baixo do que o normal. “No feriado tivemos mais de 1,2 mil atendimentos, mas, durante a semana, diminuiu. Estamos chegando a 1 mil nesta quinta-feira [ontem], mas ainda faltam muitas pessoas”, afirmou.

Segundo Silva, 12% dos 510.855 eleitores do município ainda precisam realizar o recadastramento biométrico, que é obrigatório. Não há multa para fazer o procedimento.

Além do atendimento durante a semana, das 10h às 18h, o cartório eleitoral também estará aberto neste fim de semana, das 8h às 16h.
 
FALTA DE TEMPO
 
Mesmo sem agendamento desde o dia 1º deste mês, o cartório de Uberlândia continua recebendo eleitores. Muitos deles, ao serem questionados pelo Diário de Uberlândia, alegaram falta de tempo como o principal motivo para fazer o recadastramento biométrico dias antes do prazo final.

É o caso, por exemplo, de João Paulo Rodrigues. “Decidi vir hoje [ontem] e fui atendido bem rápido. Trabalho no Exército, estamos todos recadastrando.”

A Fernanda Evangelista foi junto com a mãe atualizar o título. “Não viemos ao cartório antes por vários motivos pessoais, mas hoje conseguimos vir e não precisamos pegar nenhuma fila”, afirmou.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »