27/04/2018 às 05h20min - Atualizada em 27/04/2018 às 05h20min

Falta de sol pode fazer mal para os ossos

EMERSON VICENTE | FOLHAPRESS
Apenas 15 minutos de exposição ao sol por dia ajuda na manutenção da vitamina D no corpo | Foto: VisualHunt

Pode parecer pouco, mas apenas 15 minutos de exposição ao sol por dia tem uma grande importância na manutenção da vitamina D no organismo. A falta dela pode afetar diretamente o fortalecimento dos ossos, aumentando os riscos de fraturas e de osteoporose (enfraquecimento dos ossos).

A falta de vitamina D é mais comum em idosos. Vai ocorrendo ao longo da vida e acaba se exacerbando na terceira idade. Mas, segundo médicos, o número de pessoas mais novas com a deficiência vitamínica tem aumentando nos últimos anos.

"Está ficando comum entre os jovens, pois ninguém mais toma sol", diz Paulo Camiz, Geriatra do Hospital das Clínicas de São Paulo. "A fonte de vitamina D vem do sol, disparado. Depois vem um pouco da dieta, com peixes de água fria", completa.

No caso da exposição ao sol, pelo menos nos 15 minutos a pessoa não deve usar o protetor solar. Ele impede a penetração dos raios ultravioletas que agem para a produção da vitamina. Assim, após esse tempo é que a pessoa deve se proteger.

CORAÇÃO

Alguns estudos também mostram que a vitamina D tem ganhado um papel importante para o coração. "De uns tempos para cá apareceram alguns trabalhos que mostram o benefício da vitamina D no sistema cardiovascular. Ela auxilia no controle da contração do músculo cardíaco, permitindo o relaxamento dos vasos sanguíneos e diminuindo a placa de gordura. Alguns estudos apontam até uma diminuição na incidência de óbitos", explica Marcelo Sobral, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. "Muitas pessoas desconhecem a deficiência e não fazem reposição da vitamina D", completa o cirurgião.

EXAME DE SANGUE

O médico só sabe se um paciente tem deficiência de vitamina D após um exame de sangue. Mas é fundamental que as pessoas fiquem atentas aos sintomas. "Muitas pessoas desconhecem a deficiência e não realizam a reposição da vitamina, mas é preciso ficar atento aos sinais do problema, como baixa imunidade, dor muscular, cansaço excessivo e ossos fracos", diz o médico Marcelo Sobral.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »