25/04/2018 às 17h34min - Atualizada em 25/04/2018 às 17h34min

Foragido de MG é preso ao tentar fazer cirurgia plástica

FOLHAPRESS | SÃO PAULO

Um foragido da Justiça mineira, condenado a 236 anos de prisão, foi preso pela Polícia Federal (PF), em um hospital de São Paulo, onde o criminoso pretendia realizar uma cirurgia plástica para mudar seu rosto. Segundo a polícia, ele pretendia com isso evitar ser reconhecido e capturado. A PF não informou o nome da unidade de saúde em que ocorreu a prisão, feita por policiais de Minas Gerais.

Segundo a polícia, o criminoso, conhecido entre os bandidos como "Dilsinho", "Fiote", ou ainda "Capixaba", seria membro da facção criminosa carioca Comando Vermelho. Dilsinho conta com dezenas de processos criminais, tendo 36 condenações. Ele é envolvido, ainda segundo a PF, com o tráfico de drogas na cidade de Contagem (MG), e também é acusado de ameaçar policiais e "atores do sistema criminal envolvidos nas investigações" contra ele.

A prisão de Dilsinho ocorreu após uma investigação que durou cerca de dois meses. O mandado de prisão, expedido pela Justiça contra ele, foi cumprido durante a operação "Periculum", em uma ação conjunta das polícias Federal, Civil e Rodoviária Federal.

O criminoso fugiu em janeiro deste ano da penitenciária de Juiz de Fora (MG). Após a captura, ele foi encaminhado para o presídio de Pouso Alegre (MG), onde permanecerá à disposição da Justiça.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »