29/03/2018 às 14h27min - Atualizada em 29/03/2018 às 14h27min

Rede estadual ganha mais 2 mil servidores

DA REDAÇÃO

A administração estadual nomeou mais 2 mil servidores para a Educação, conforme listagem publicada ontem no Diário Oficial de Minas Gerais. Os profissionais serão distribuídos nas 46 Superintendências Regionais de Ensino, em continuação ao cumprimento do acordo estabelecido com os servidores em 2015.

As nomeações são provenientes do Edital Seplag-SEE 04/2014, com um lote composto por 1.861 Professores Regentes de Aula, 111 Especialistas em Educação Básica/Supervisores Pedagógicos e 27 Especialistas em Educação Básica/Orientadores Educacionais. Completa a publicação a nomeação de um Professor de Ensino Religioso do Edital Seplag-SEE 03/2014.

Cerca de 52.457 servidores foram nomeados na Educação desde o ano de 2015, segundo dados do Governo. Este é o primeiro lote de nomeação de servidores de 2018. “Do total de nomeações que serão alcançadas com este lote, 82,5% são de professores. Esse é um dado muito relevante, porque a nossa taxa de efetividade está para alcançar os 80%, o que significa que, a cada 100 nomeados, 80 deles estão em exercício”, disse o subsecretário de Gestão de Recursos Humanos da SEE, Antonio David de Sousa Junior, para quem a retomada das nomeações visa dar continuidade a um processo de valorização das carreiras da Educação e de avançar na estabilidade do corpo funcional das escolas.

De acordo com ele, com o primeiro lote deste ano a Secretaria de Educação está alcançando cerca de 45% de servidores concursados. “Embora os professores efetivos ainda não sejam maioria, podemos afirmar, com satisfação, que a maior parte das aulas das escolas do Estado já se concentra nas mãos de professores efetivos. Para tanto, temos cuidado para que as nomeações sejam, tanto quanto possível, com o maior número de horas/aula para cada professor”, afirmou.

No próximo dia 8 de abril serão realizadas as provas do concurso público do edital SEE 07/2017, pela Fundação Mariana Rezende Costa (Fumarc). O certame é para preenchimento de 16 mil vagas para o cargo de Professor de Educação Básica (PEB) de diversas disciplinas e 700 vagas para Especialista em Educação Básica (EEB).
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »