06/03/2018 às 16h52min - Atualizada em 06/03/2018 às 16h52min

Servidores da Educação entram em greve na rede estadual

ISABEL GONÇALVES | REPÓRTER

Servidores da rede estadual de ensino entrarão em greve por tempo indeterminado a partir de quinta-feira (8). Em Uberlândia, segundo a direção local do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), a paralisação tem sido debatida pelos trabalhadores das 69 unidades da rede, mas ainda não há certeza quanto à adesão.

Entre as reivindicações estão o pagamento do Piso Salarial conforme acordo assinado entre o Sindicato e o governo do Estado, fim do parcelamento dos salários e do 13º, cumprimento dos acordos assinados e um atendimento de qualidade pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg).

Ainda na quinta, servidores da rede, sob coordenação do Sind-UTE realizarão uma assembleia estadual, no Pátio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, para deliberar os rumos do movimento e avaliar alguma proposta que o governo venha a apresentar.

Em Uberlândia, as escolas ainda definem se irão aderir à greve. “Estamos mobilizando as escolas para garantir uma adesão. Cada instituição está reunindo funcionários dos diferentes turnos para decidir se eles vão entrar em greve”, afirma a presidente do Sind-UTE local, Elaine Ribeiro.

Em nota, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) afirmou “que o Governo de Minas Gerais está empenhado em cumprir o acordo assinado com a categoria em 2015, do qual podemos destacar vários pontos que já foram implementados. Os reajustes salariais concedidos por esta gestão representam um aumento de 46,75% na remuneração dos professores e demais carreiras da rede estadual.” 

A SEE também informou que, em relação à correção dos salários segundo o índice de reajuste do Piso Nacional, “o Governo está impedido de remeter o projeto à Assembleia Legislativa em virtude da Lei de Responsabilidade Fiscal, por ter ultrapassado o limite prudencial de gasto com pessoal.”
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »