03/03/2018 às 05h12min - Atualizada em 03/03/2018 às 05h12min

Dilemas da vida adulta permeiam livro

“Os quase completos”, do uberlandense Felippe Barbosa, será lançado hoje na Saraiva

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA

No final de 2012 o uberlandense Felippe Barbosa terminava o 3º ano do ensino médio e estava prestes a ingressar no curso de Direito da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Durante uma aula ouviu de um professor algo que não gostou e o incomodou sobre como se encontrar na carreira ou algo assim. A partir daí ele começou a desenvolver a história que culminou no livro “Os quase completos” (Ed. Arqueiro, 384 páginas, R$ 39,90 físico e R$ 24,99 e-book) que será lançado hoje, na Livraria Saraiva, no Center Shopping.

“Passei os anos de 2013 e 2014 rascunhando tudo, pensando nos personagens, traçando seus perfis, o lugar onde moram. O processo de escrita em si do livro levou aproximadamente um ano, comecei no final de 2016”, conta o autor sobre o processo de criação. Na obra, Otávio é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. Verônica é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. Victor é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que o quase doutor, a quase viúva e o quase repórter têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida. Ao se cruzarem, eles descobrem respostas para muitas questões em aberto sobre suas vidas. Os três serão forçados a enfrentar seus maiores medos e verão que, para se tornarem completos, precisarão encarar a batalha mais difícil de todas: aquela que travamos com nós mesmos.

Felippe concluiu o curso de Direito, porém, não trabalha na área jurídica. “Durante o processo de criação do livro me vi um pouco como os personagens também nessa procura do equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal. Até que ponto fazemos algo só por necessidade e não por que gostamos?”, comentou ele que também escreve roteiros para peças teatrais, é professor de inglês e também de teatro.

Apesar de ter seu lançamento agora, o livro já é premiado. Como todo autor independente, Felippe tentou durante meses colocar o livro em alguma editora. “Quando você não tem nada publicado muitas [editoras] nem te respondem, é muito frustrante isso porque você começa a perder a fé em si mesmo”, contou. Foi quando tomou conhecimento do Prêmio Pólen de Literatura, promovido pela Suzano Papel e Celulose em parceria com a Editora Arqueiro. A iniciativa realizada em 2017 tinha como objetivo fomentar a leitura, a literatura brasileira e a descoberta de novos escritores. O vencedor teria seu livro publicado pela Arqueiro.

O trabalho inédito deveria ser enviado para o concurso e Felippe enviou no primeiro semestre do ano passado, conforme o cronograma. Em julho chegou a informação que ele estava entre os cinco finalistas. “Fiquei muito feliz. Nos convidaram para a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, onde foi feito o anúncio do vencedor. Na hora eu não sabia o que fazer, fiquei muito surpreso”, comentou o autor. Para ele, ter o trabalho valorizado pelo júri formado por dois representantes de editoras e um jornalista o fez retomar a crença no próprio trabalho. “Mostra que estou no caminho certo e iniciativas como essa, em tempos de pouco incentivo, são muito valiosas”, disse.

Além das aulas, Felippe faz mestrado em Teatro e colabora com o canal “Toga Voadora”, no YouTube. “Somos pessoas ligadas ao Direito que falam de outros assuntos, é bem interessante”. O autor convida os uberlandenses para o lançamento do livro e a partir de agora trabalhará ainda mais em sua divulgação. Para saber mais sobre o autor acesse seus canais, pelo nome Felippe Barbosa no Instagram e Facebook.
 
SERVIÇO

O QUE: Lançamento do livro “Os quase completos”
QUEM: Felippe Barbosa
QUANDO: Hoje, as 15h
LOCAL: Livraria Saraiva (Center Shopping)
ENTRADA FRANCA
INFORMAÇÕES: 3015-8920
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »