01/03/2018 às 17h32min - Atualizada em 01/03/2018 às 17h32min

Foo Fighters e o rock sem vaidade

Em sua quarta passagem pelo Brasil a banda faz apresentação impecável em São Paulo e leva fãs à loucura

ADREANA OLIVEIRA* | EDITORA
Foo Fighters durante show no Allianz Parque na quarta-feira, turnê segue até domingo | Foto: Alexandre Macieira/Divulgação

Dave Grohl. A simpatia em pessoa. Músico competente, divertido e compositor de mão cheia. O vocalista e guitarrista do Foo Fighters, que está em turnê no Brasil, comprovou no show de quarta-feira (28) no Allianz Parque, em São Paulo, que não é de bom-mocismo que se faz rock. Dave tem a loucura nos olhos e o diabo na garganta, algo que percebemos em ícones como Ozzy Osbourne, por exemplo. É o rock em estado bruto, desprovido da vaidade.
 
Foram 23 músicas em 2 horas e 40 minutos abertos com “Everlong” e fechados com “Best of you”. Tocaram sons dos nove álbuns da banda que teve seu primeiro disco lançado em 1994, todo gravado por Grohl na garagem de casa. 
 
O mérito por uma apresentação impecável, dinâmica e contagiante não é só do frontman. Dave está bem resguardado por seus companheiros de estrada Pat Smear e Chis Shiflett nas guitarras, Nate Mendel no baixo, Taylor Hawkins na bateria e Rami Jaffee nos teclados. E foi com eles que Dave voltou à garagem de casa para gravar “Wasting Light”, em 2011, que rendeu a bela “These Days”, responsável por um dos melhores momentos do show de quarta. Assim como o solo de bateria do Taylor a uns de 10 metros do chão. 
 
Apenas Jaffee e Smear não estavam no primeiro show do FF no Brasil, em janeiro de 2001 no Rock in Rio. Essa repórter assistiu in loco essa apresentação e outras duas no Brasil mais uma na Finlândia e pode afirmar que a banda só melhora com o tempo. Com 24 anos de carreira consegue produzir um disco como o “Concrete and Gold”, desta turnê, com músicas capazes de emocionar 40, 50 mil pessoas em um estádio, como foi o caso de “Run”. 
 
O FF mantém uma produção constante e de qualidade pouco comum entre seus contemporâneos. Daquele FF de 2001 no RNR que para muitos ainda era “a banda do ex-baterista do Nirvana, tornou-se uma das maiores bandas de rock do planeta. “Me sinto abençoado por nossa banda ainda se manter viva após tantos anos e por poder vir ao Brasil tocar para tanta gente”, disse o vocalista no palco do Allianz Parque.
 
E o público confirma que o Foo Fighters não é uma banda de tribos. Tem fãs de diferentes idades e estilos que passam longe dos fanáticos que transformam suas bandas favoritas em times de futebol. 
 
Lucas, por exemplo, estava prestes a nascer quando o FF veio pela primeira vez ao Brasil. Na quarta, ao completar 17, teve seu pedido atendido. Subiu ao palco a convite de Grohl e tocou bateria em “Under Pressure”, do Queen, com Dave e Taylor nos vocais. E fez bonito. “É o melhor aniversário que eu nunca tive”, brincou Grohl que ofereceu “Times like these” para o jovem que como toda sua geração já nasceu em um mundo sem o Nirvana.
 
O FF se renova sem perder a essência tão certo quanto o chiclete que o Dave masca durante todo o show, seu cadarço desamarrado e alguns esfolados de seus dedos. E o vocalista vai ser sempre o pesadelo de seu fonoaudiólogo, se é que ele tem um. O rock agradece a cada grito.
 
QOTSA
 
O FF está em turnê pelo Brasil com o Queens of the Stone Age (EUA) e os brasileiros do Ego Kill Talent. Se apresentam nesta sexta em Curitiba (PR) e domingo em Porto Alegre (RS). O show do Queens na quarta foi bom, com um Josh Homme sóbrio e atento à plateia que elogiou. Porém, o vocalista foi hostilizado por alguns fãs, provavelmente por conta do chute que deu no rosto de uma fotógrafa em dezembro passado. Deu ruim, Josh.
 
*A repórter viajou com a Rode Rotas.
 
 

SETLIST
 
Everlong 
Monkey Wrench
Learn to fly
The Pretender
The sky is a neighborhood 
Rope
Sunday Rain 
My hero
These Days 
Walk
Breakout
Under my wheels (Alice Cooper)
Blietzkrieg Bop (Ramones) 
Under Pressure (Queen)
Times like these 
I’ll stick around
Big me 
Run
All my life

 
BIS

Wheels
This is a call
Let there be rock (AC/DC)
Best of you

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »