24/01/2018 às 17h52min - Atualizada em 24/01/2018 às 17h52min

Uberlandense lança um romance além das ondas

Com o surfe de pano de fundo, 'Ilha' é estreia de Wiler Alves na literatura

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Imagem da turma do surfe em Santos nos anos 80 que rendeu amizades que duram até hoje / Foto: Arquivo Pessoal

Lembranças de uma adolescência muito bem vivida em Santos (SP) e das aventuras e desventuras entre os surfistas que despontavam por lá nos anos 80, amizades e um leve romance. Essas são as premissas de “Ilha” (independente, 120 páginas),  primeiro livro do uberlandense Wiler Alves, que viveu na cidade litorânea paulista entre os 4 e 17 anos de idade. A obra está em alguns conselhos editoriais, mas pode ser adquirida, impressa ou em formato digital com o próprio autor.

O preview do livro é super agradável, com uma leitura fácil e apresenta os principais personagens da história. Mais que um relato sobre a vida de um adolescente em uma época em que redes sociais se moldavam no cara a cara, a obra deve despertar sensações de nostalgia e até empatia entre os leitores.

Wiler, hoje com 54 anos, mudou-se para Santos, na época, com a família. A irmã, que tem paralisia cerebral, precisava de atendimento especializado e lá se encontrava  um hospital referência no assunto.  “Desde que chegamos lá percebi que o surf atingia pessoas de todas as idades. Mais do que o esporte em si, tudo que gira em torno dele o torna atraente. As primeiras paixões, as amizades. Tudo isso está retratado no livro”, contou.

O autor também narra sua convivência com o autismo. “Terminei o livro em 20 dias porque simplesmente as coisas começam a tomar forma na minha cabeça”, explicou ele é formado em Geriatria e Gerontologista pela University of Washington, de Seattle, onde trabalhou por alguns anos.

Entre as lembranças Wiler comenta sobre os lanches  nos trailers, hoje chamados de food trucks. “A gente saia varado de fome e geralmente não tinha muita grana. O maior sucesso era o que a gente chamava de X-Miséria, a mais barata das opções que custava 50 centavos e vinha recheado com o máximo de itens possível”, recorda.

As amizades daquela época persistem até hoje e os amigos colaboraram com fotos para a obra. “Éramos mais de 300 surfistas e tem muita gente contemplada ali. Já vendi exemplares para Dubai, Panamá e Estados Unidos”, disse.

Para adquirir o preview gratuito do livro basta entrar em contato com o autor pelo whatsapp: 34-99334-9959. Pelo mesmo canal é possível comprar o livro impresso e em versão digital.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »