15/01/2018 às 18h58min - Atualizada em 15/01/2018 às 18h58min

Praia confirma a boa fase e vence Fluminense

Partida foi bem disputada, encerrando com 3 sets a 2 para o time de Uberlândia

ÉDER SOARES* | REPÓRTER
Fernanda Garay foi eleita a melhor jogadora da partida de domingo / Foto: Mailson Santana/Fluminense

O Dentil/Praia Clube começou 2018 com vitória e segue invicto na Superliga feminina de vôlei. No último domingo (14), a equipe praiana venceu o Fluminense (RJ) por 3 sets a 2 (18/25, 25/15, 22/25, 25/19 e 15/11), no Ginásio Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ). A partida foi antecipada da quarta rodada do segundo turno.

O resultado confirmou o time de Uberlândia na liderança isolada da competição, com 41 pontos (14 vitórias em 14 jogos), enquanto o Fluminense permanece na quinta colocação, com 25 pontos (9 resultados positivos e seis negativos).

A ponteira Fernanda Garay foi eleita a melhor jogadora da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu Viva. Ao final do duelo, a atacante fez uma análise do confronto. “Foi importante termos começado o ano com essa vitória. Sabemos que enfrentamos dificuldades e também precisamos ressaltar os méritos do Fluminense que fez uma excelente partida. Foi um jogo nivelado por cima e muito brigado. Esse resultado fortaleceu o nosso grupo”, disse Garay.

Já o técnico Paulo Coco esperava as dificuldades encontradas na partida. “Foram 22 jogos sem atuar e sabíamos que isso faria a diferença e nivelaria o confronto, como aconteceu e também pela grande partida que o Fluminense realizou. Agora temos como desafio retomar o nosso volume de jogo de antes da paralização da competição”.

O Praia Clube voltará à quadra pela Superliga no dia 23 contra o Pinheiros (SP), às 19h30, na Arena Praia, pela terceira rodada do segundo turno. Antes, a equipe fará uma nova pausa na Superliga e volta os olhos para as semifinais da Copa Brasil. O time uberlandense fará o clássico mineiro diante do Minas Tênis, na quinta-feira (18), às 19h, em Lages (SC). Na outra semifinal, às 21h, também em Lages, o Sesc Rio encara o Osasco (SP).
 
O JOGO

Com Fê Garay bem no ataque, o Praia Clube fez 4/2 no início do primeiro set. O Fluminense cresceu de produção e virou o marcador (6/5). Depois de dois bons saques da oposta Carla, o time mineiro empatou (8/8). Bem no saque, as cariocas abriram cinco pontos (14/9). O bloqueio das cariocas funcionava e a diferença no placar subiu para sete pontos (18/11). O time mineiro fez três pontos seguidos e o treinador do Fluminense, Hylmer, pediu tempo (18/14). Se aproveitando dos erros das visitantes, as donas da casa venceram o primeiro set por 25/18.

O Fluminense seguiu melhor no início do segundo set e fez 3/1. O Praia Clube cresceu de produção e virou o marcador (7/5). Neste momento, o treinador Hylmer pediu tempo. A ponteira Amandinha se destacou no ataque e as mineiras abriram quatro pontos (9/5). Bem nos contra-ataques, o time mineiro fez 15/9. O bloqueio do Praia Clube continuou eficiente até o final da parcial e as mineiras venceram o set por 25/15.

O terceiro set começou equilibrado. Com um ataque pelo fundo da oposta Renatinha, o Fluminense fez 5/4. Numa bola de segunda da levantadora Claudinha, o Praia Clube deixou tudo igual no marcador (10/10). A central Walewska conseguiu um ponto de saque e as mineiras abriram dois (12/10). Bem no bloqueio, as visitantes aumentaram a vantagem no placar para três pontos (16/13). Quando as mineiras fizeram 18/14, o treinador Hylmer voltou a parar o jogo. O Fluminense cresceu de produção e encostou (18/17). As cariocas voltaram a sacar com eficiência e viraram o marcador (21/20). O Fluminense foi melhor na parte final da parcial e levou a melhor no terceiro set por 25/22.

O Dentil/Praia Clube começou melhor o quarto set e fez 5/2. O Fluminense cresceu de produção e encostou (8/7). Se aproveitando dos erros das donas da casa, o time mineiro abriu quatro pontos (13/9). Bem no bloqueio, o Praia Clube fez 18/13 e a o treinador Hylmer pediu tempo. Mesmo com a paralisação, o time de Uberlândia segurou uma reação do Fluminense e venceu o quarto set por 25/19.

O Praia Clube fez o primeiro ponto do quinto set. O início da quinta parcial foi disputado ponto a ponto. Com um ace da oposta Renatinha, o time carioca abriu dois pontos (5/3). Numa boa sequência de saques da central Natasha, o time mineiro virou o marcador (8/7). O Praia Clube foi melhor no final da quinta parcial e venceu o set por 15/11 e o jogo por 3 sets a 2.
(*) Com informações da Ascom Superliga

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »