08/01/2018 às 19h10min - Atualizada em 08/01/2018 às 19h10min

Por R$ 1 mi, Parque Linear do Luizote deve ficar pronto em 4 meses

VINÍCIUS LEMOS | REPÓRTER
Prefeito Odelmo Leão anunciou a revitalização do parque na manhã desta segunda-feira (8) / Foto: Divulgação/Secom/PMU

 

Ao custo de R$ 1 milhão, foi assinada a ordem de serviço para a construção do Parque Linear do bairro Luizote de Freitas, na zona oeste de Uberlândia. A obra tem o objetivo de revitalizar o já existente parque municipal do bairro, criado há 20 anos, depois da delimitação como área de preservação permanente. Em novembro, o Diário informou que o projeto estava em fase de licitação e fazia parte de um plano de expansão dos parques lineares.

A construtora vencedora deu previsão de quatro meses para término da obra, cujo contrato foi firmado com o Município e terá os custos pagos pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). Os valores viriam do fundo de recuperação de nascentes da autarquia, que deve destinar 0,5% de seu orçamento anual para esse trabalho. Como nos últimos anos nem todo o valor havia sido aplicado, um Termo de Ajustamento de Conduto (TAC) foi firmado com o Ministério Público Estadual (MPE) para que o montante fosse destinado à execução do Parque Linear.

O parque hoje é delimitado por grades e se localiza entre as ruas Doutor João Manuel Tannus, Genarino Cazabona e Osvaldo Samora, ao lado do poliesportivo do bairro. A área de 6,6 mil m² inclui uma lagoa e nele está uma das nascentes do Córrego do Óleo. Há cerca de dois meses, a Prefeitura começou e parou corte de árvores plantadas na calçada no entorno do parque. À época, o objetivo era desobstruir o perímetro, mas o trabalho não foi finalizado, o que deverá acontecer com a execução do projeto Parque Linear. “Deve haver sim, a supressão de outras árvores, uma vez que muitas das que já foram cortadas foram plantadas ali por moradores da região”, disse o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Dorovaldo Rodrigues Júnior.

 

OBRAS

Entre as melhorias divulgadas pela Prefeitura para o local estarão a instalação de piso drenado, que absorve a água da chuva e impede compactação do solo, área de jogos e parque infantil, academia e um deck sobre a represa. Bebedouros, bancos, lixeiras, ciclovia e substituição do alambrado por guarda-corpo são outras instalações no Parque Linear.

 

MORADOR ESPERA MELHORAS

Morador do bairro há mais de dez anos, Sebastião Lemes tem dificuldade de andar no entorno do parque, já que necessita de bengalas depois que perdeu uma das pernas. “Aqui tem árvore e agora tocos de árvores cortadas na calçada, que já é ruim. Quando sair mesmo o parque linear, vai facilitar pra mim”, disse. A obra é algo que ele ouve falar há alguns anos e que, segundo ele, só acredita quando estiver finalizado.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »