04/01/2018 às 19h03min - Atualizada em 04/01/2018 às 19h03min

Projeto busca parceiros para zeladoria de praças

Cerca de 300 áreas verdes estão aos cuidados de empresas ou cidadãos

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Praça Lázaro Zamenhof, no Osvaldo Rezende, foi adotada por empresário há quatro anos / Foto: Vinícius Romario

 

Em Uberlândia, cerca de 300 praças estão sob os cuidados de pessoas ou empresas que aderiram ao projeto “Adote uma praça ou canteiro central”, criado em 1997. De acordo com o município, oito novos contratos foram firmados em 2017 e mais outras 19 áreas verdes estão sendo negociadas para este ano.

O empresário Adriano Gonçalves de Sousa adotou há quatro anos a praça Lázaro Zamenhof, no bairro Osvaldo Rezende, no setor central da cidade. De acordo com ele, que tem um custo mensal de R$ 600 com cuidados no local, participar de ações assim reflete, principalmente, em questões socioeducativas.

“Tento fazer a minha parte cuidando, às vezes implementando novos projetos de paisagismo no local, principalmente em relação à vegetação rasteira. Mas acho importante que as pessoas que usam o espaço também cuidem, pois assim todos podem usufruir de um bom local de lazer”, afirmou Sousa.

Segundo a Prefeitura de Uberlândia, objetivo do projeto é motivar ações práticas de revitalização e investimento de infraestrutura nos ambientes públicos. O assessor técnico da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Anderson de Paula, explica que a gestão municipal tem incentivado ao máximo que entidades se engajem nestas parcerias.

“É algo muito bom para toda a comunidade, que pode conservar e melhorar suas áreas verdes. No fim do processo, ganham a cidade, quem adota e a população em geral”, disse.

Os interessados em adotar alguma área verde da cidade devem comparecer ao Centro Administrativo com um ofício descrevendo todas as ações que pretendem implementar no espaço, tais como revitalização, pintura, plantio de árvores, dentre outras.

Os técnicos da prefeitura realizam uma visita técnica ao local e geram um lado que aponta a viabilidade da proposta. Posteriormente, agentes municipais entram em contato com a parte interessada na adoção para agendar reuniões que nortearão as diretrizes do processo. Se todos os procedimentos forem satisfatórios, é assinado o Termo de Adoção e do Plano de Trabalho.

 

Passo a passo para a adoção:

- Os interessados em adotar alguma área verde da cidade devem comparecer ao Centro Administrativo com um ofício descrevendo todas as ações que pretendem implementar no espaço, tais como revitalização, pintura, plantio de árvores, entre outras.

- Os técnicos da prefeitura realizam uma detalhada visita técnica ao local. É gerado um lado que aponta a viabilidade da adoção da área requerida e se são prudentes as respectivas propostas de adoção.

- Os agentes municipais entram em contato com a parte interessada na adoção para agendar reuniões que nortearão as diretrizes do processo.

- Para facilitar o processo por parte dos interessados, a Prefeitura realiza o projeto de Revitalização ou Urbanização.

- Se todos os procedimentos forem satisfatórios, é assinado o Termo de Adoção e do Plano de Trabalho, com publicação da parceria no Diário Oficial do Município.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »