17/12/2017 às 05h05min - Atualizada em 17/12/2017 às 05h05min

Planejamento facilita a vida dos viajantes

DA REDAÇÃO
Organização evita problemas durante a viagem / Foto: Divulgação

 

Neste último mês do ano chegam os preparativos das festas que fecham 2017, as férias escolares e o início da temporada de verão. Muita gente aproveita esse período para viajar e o que não faltam são opções de destinos incríveis pelo Brasil. Das praias nordestinas ao friozinho das serras do sul, da natureza na Amazônia e nas chapadas do centro-oeste aos grandes destinos urbanos do sudeste, o país oferece diversidade de atrativos para seus turistas.

Para que esse momento seja mais bem aproveitado, é necessário planejamento e organização do roteiro, evitando, dessa forma, imprevistos e problemas futuros. Os detalhes que fazem uma viagem segura podem ser encontrados no Viaje Legal, o guia de viagem lançado pelo Ministério do Turismo. Confira algumas dessas dicas:

 

ESCOLHA DO DESTINO

Frio, calor, natureza... São muitas as opções e a dica é que o viajante faça um levantamento sobre quais experiências deseja conhecer e também pesquise atrativos relacionados ao destino escolhido, como museus, parques, eventos, monumentos históricos e estabelecimentos gastronômicos. Assim, nenhum detalhe fica de fora do roteiro.

 

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Escolheu o destino? Hora de ter em mãos documento oficial com foto em bom estado de conservação. Pode ser a carteira de identidade (RG), carteira nacional de habilitação (CNH), carteira de trabalho, carteira profissional (como CREA, OAB, etc), passaporte ou cópias autentificadas destes documentos. Essa norma vale para adultos e adolescentes maiores de 12 anos.

Quem viaja com criança precisa do documento oficial com foto ou cópia autenticada que comprove filiação ou parentesco com o responsável. São aceitos, ainda, certidão de nascimento - original ou autenticada - e passaporte brasileiro.  Atenção às exigências da empresa transportadora contratada, do Estatuto da Criança e do Adolescente e da Vara da Infância e da Juventude da localidade de embarque.

 

MEIO DE TRANSPORTE

Vai de carro, ônibus ou avião? Procurar promoções de passagens de avião e ônibus em sites de busca, agências de viagens ou companhias é a dica para quem quer economizar. Quem se programa e compra com antecedência consegue pagar mais barato ainda (veja mais dicas na reportagem acima). Chegar cedo no aeroporto ou rodoviária é outra dica valiosa, afinal, evitar transtornos com atrasos já faz parte de uma viagem bem curtida. Atenção também para as taxas de bagagens que são cobradas pelas companhias.

Quem vai de carro precisa fazer revisão no veículo antes de pegar a estrada. No percurso, tenha atenção à sinalização de velocidade da pista e, se preciso, faça pausas para descansar. Se tiver dúvidas sobre os limites de velocidade, clique aqui. Outro tema para quem usa o carro é o pedágio. Para não ser pego de surpresa, consulte os locais que possuem esse tipo de serviço.

 

HOSPEDE-SE

Hotel, pousada, hostel ou acampamento? A escolha vai depender do gosto do turista que conta com os sites de busca especializados em meios de hospedagens para ajudar na hora de reservar a estadia, consultar valores, localização, e detalhes do quarto. Se puder, reserve! Essa atitude é importante, pois evita possíveis problemas de superlotação no local de hospedagem. O turista também pode fazer a reserva diretamente com o estabelecimento. Não se esqueça de comparar valores para conseguir o melhor preço.

 

CADASTUR

A ferramenta é um cadastro de empresas e prestadores de serviços turísticos junto ao Ministério do Turismo e indica que os estabelecimentos e trabalhadores estão em conformidade com a legislação vigente. Por lei, todo meio de hospedagem, transportadora turística, parque temático, acampamento, guia, organizador de evento e agência de turismo são obrigados a ter o cadastro. Portanto, opte sempre pelos prestadores legais. Consulte os cadastrados em http://www.cadastur.turismo.gov.br/cadastur/PesquisarEmpresas.mtur

 

TRACE UM ORÇAMENTO

Por falar em valores, a montagem do orçamento é algo muito pessoal, pois é reflexo de quanto o viajante está disposto a investir no roteiro. Para não começar o ano no vermelho, busque soluções seguras e que caibam no seu bolso. Na hora de colocar no papel os gastos, lembre-se da passagem, hospedagem, transporte dentro da cidade, alimentação, compras e taxas de atrações turísticas. Tudo certo, agora é só embarcar. Boa viagem!


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »