13/12/2017 às 16h38min - Atualizada em 13/12/2017 às 16h38min

Prefeitura conclui soltura de 12 mil peixes

DA REDAÇÃO

A Prefeitura de Uberlândia, por meio da Secretaria de Agropecuária, Abastecimento e Distritos, conclui nesta quinta-feira a soltura de 12 mil peixes nos rios da bacia hidrográfica do município. A ação será consolidada no rio Araguari, próximo ao distrito de Martinésia, onde mais quatro mil exemplares serão distribuídos.

Conhecida popularmente como ‘peixamento’, a iniciativa já contemplou diferentes pontos do município, desde o rio Tijuco até as proximidades da barragem de Capim Branco II, no Rio Araguari. Os animais pertencem à espécie pacu-caranha (Piractus mesopotamicus) e estão na fase juvenil, com média de 12 cm. Na fase adulta, eles podem alcançar os 50 cm.

Os peixes libertos durante o período começaram a ser cultivados em fevereiro de 2017, no Centro Tecnológico de Aquicultura Familiar (Cetaf). Nos últimos anos, a espécie pacu-caranha apresentou uma queda considerável em sua população, problema causado, entre outros fatores, pela falta de conscientização das pessoas, como alerta a coordenadora do núcleo operacional da Secretaria de Agropecuária, Marília Parreira.

“Mais importante que chamar a atenção para este desafio de repovoar os cursos d’água que passam pelo nosso município, é enxergar a realidade atual, o problema que enfrentamos com a falta desses exemplares. Precisamos de uma mudança também na educação das pessoas, com o envolvimento das grandes empresas até os pescadores e a população em geral. Todos devem compreender que estamos falando da preservação do nosso meio ambiente, e essa ação é um passo que estamos concretizando”, afirmou.

Os alunos da Escola Municipal Antonino Martins Silva, na zona rural do município, terão a oportunidade de acompanhar de perto o trabalho da equipe hoje. Ao todo, 28 crianças, de oito a dez anos, prestigiarão a iniciativa.

Apesar dos avanços conquistados com a soltura dos peixes, a expectativa, de acordo com a secretaria, é que a iniciativa permaneça em 2018, com a distribuição de novas espécies nativas nos rios da bacia hidrográfica do município. 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »