17/11/2017 às 05h25min - Atualizada em 17/11/2017 às 05h25min

Udi Cello recebe dois convidados

Grupo Vaga Mundo e o cantor e compositor Naldo Luiz se apresentam com a orquestra no Municipal

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Músicos da Udi Cello Ensemble que receberão Naldo Luiz e Quarteto Vagamundo em um concerto especial / Foto: Divulgação

 

Continua neste final de semana a programação do projeto Boca de Cena, promovido pela Secretaria Municipal de Cultural (SMC) no Teatro Municipal de Uberlândia. As atrações de hoje, a partir das 19h30 são o grup UAI Q Dança, que apresenta o espetáculo “Des(cubra)” e a a Udi Cello Esemble, que nesta noite convida Naldo Luiz e o Quarteto Vagamundo como participações especiais em seu show.

Para o cantor e compositor Naldo Luiz, graduado em música pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e atualmente professor no Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli a noite será uma celebração da música brasileira.

A parceria dele com a Udi Cello já vem de longa data. Naldo já fez alguns trabalhos de arranjos e orquestração para a orquestra e nesta noite, juntos, eles homenageiam dois mestres da música brasileira: Luiz Gonzaga (1912-1989) e Sivuca (1930-2006). “São dois grandes ícones da música brasileira. O Luiz Gonzaga trouxe a riqueza da cultura nordestina e o Sivuca, além de todo o talento ainda representou o Brasil nos anos em que viveu nos Estados Unidos e na Europa. Dois grandes instrumentistas”, comentou Naldo.

O músico elogia o Udi Cello. “Eles fazem um trabalho minucioso e refinado e sempre estão muito atentos ao que o compositor propôs. Têm uma sensibilidade fora do comum e sempre aprendo muito com eles. O público pode esperar um lindo show”, disse.

Em agosto passado o quarteto vocal Vagamundo completou 20 anos. Carlos Menezes Júnior (voz, violão e arranjos) conta que quando entraram na faculdade de Música da UFU os veteranos aplicaram um trote que acabou rendendo. “Pediram pra gente cantar algo. O quarteto não surgiu exatamente ali, mas no segundo semestre já estávamos participando de festivais”, explicou.

O grupo é composto por ele, Daniela Borela, Vânia Borges e Juliana Penna nas vozes e percussão. Também docente na UFU, Carlos conta que foi dentro da universidade que surgiram as primeiras conversas com Kayami Satomi, também professor e diretor da Udi Cello, sobre um projeto conjunto. “Sempre faltava tempo. Felizmente neste ano conseguimos conciliar as agendas e preparar uma bela apresentação”, adiantou.

O repertório que Vagamundo e Udicello apresentarão juntos conta com três canções inéditas do grupo vocal, três canções com arranjos inéditos para voz e cello e ainda canções conhecidas da Música Popular Brasileira. Ontem foi realizado o último ensaio geral e os artistas estão empolgados. “E expectativa é grande e já está todo mundo louco para chegar a hora de subir no palco do Municipal”, disse Carlos.

A Udi Cello Ensemble é uma orquestra de violoncelos dirigida por Kayami Satomi. Desde sua criação em 2009, apresenta um repertório obras nacionais e contemporâneas e conta com 30 estreias mundiais, que, em sua maioria, são obras dedicadas ao grupo.

A trajetória do grupo é marcada por parcerias com músicos, estilos musicais e artistas diferentes como: Marcos Arakaki, Júlio Medaglia, Roberto Tibiriçá, Dimitri Cervo, Antonio Pinto, Martha Herr, Michael Vollhardt, Matias de Oliveira Pinto e Corpo de Baile de Niterói.

Nos últimos três anos, o Udi Cello Ensemble somou mais de 100 concertos, apresentando-se em sete estados brasileiros. Em concursos, o UDI Cello Ensemble foi vencedor do Segunda Musical, realizado em Belo Horizonte (MG) em março de 2013.

 

 

"DES(CUBRA)"

Antes da apresentação da Udi Cello no palco Italiano do Municipal, o Boca de Cena será aberto com a performance “Des(cubra)”, produção do Uai Q Dança, que será apresentada no foyer, às 19h30. O trabalho se configura na pesquisa de movimento entre corpo e cobertor. Corpo e cobertor dialogam entre si, se integram, criam juntos, como um só corpo. As imagens que surgem se configuram, se acomodam e se desfazem, criando um jogo imagético.

Patrícia Borges é a performer que atua sob direção artística e trabalho de eutonia de Fernanda Bevilaqua. As músicas têm mixagem de Andrea Martignoni e o acesso à apresentação é livre.

 

O PROJETO

De acordo com Cida Perfeito, organizadora desta edição do Boca de Cena, o intuito do projeto é ocupar todos os espaços que o Teatro Municipal proporciona. A ideia é diversificar não apenas o calendário cultural do município, como também estreitar a relação entre os artistas e o público em geral. “São quatro dias de evento, com todas as linguagens (dança, música e teatro).  A expectativa é muito boa e esperamos que a população participe, marcando presença já essa semana nos primeiros dois dias de espetáculos, que terão atrações gratuitas e preços mais acessíveis”, disse.

 

SERVIÇO

O QUE: Boca de Cena 2017

QUANDO: hoje

ONDE: Teatro Municipal de Uberlândia

HORÁRIO: 20h (Palco Italiano)

QUEM: Udi Cello Ensemble convida Naldo Luiz e Quarteto Vagamundo

CLASSIFICAÇÃO: 12 anos

INGRESSOS: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada

 

HORÁRIO: 19h30 (foyer)

ESPETÁCULO: “Des(cubra)”

QUEM: UAI Q Dança

Classificação: livre

ENTRADA FRANCA

INFORMAÇÕES: 3235-1568

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »