13/11/2017 às 18h27min - Atualizada em 13/11/2017 às 18h27min

Deputados discutem venda de planta de amônia

DA REDAÇÃO
Prefeito de Uberaba, Paulo Piau já confirmou presença na audiência pública / Foto: Sebastião Santos/Divulgação

 

O leilão de equipamentos da Petrobras que seriam utilizados na implantação de uma fábrica de amônia em Uberaba está no foco de parlamentares da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), que agendaram uma audiência pública sobre o assunto. A reunião acontecerá amanhã, às 14h30, no Plenarinho II, organizada pelas Comissões de Minas e Energia e de Agropecuária e Agroindústria.

O requerimento para realização da audiência pública é de autoria do presidente da Comissão de Agropecuária e Agroindústria, Antonio Carlos Arantes (PSDB), do presidente da Comissão de Minas e Energia, João Vítor Xavier (PSDB), e do deputado Duarte Bechir (PSD). Antonio Carlos Arantes defende o cancelamento do leilão eletrônico, que está agendado para os dias 21 a 23 de novembro.

A fábrica de amônia em Uberaba foi um projeto da Petrobras para alavancar a produção de fertilizantes em uma das principais regiões agrícolas do País. As obras foram paralisadas no primeiro semestre de 2015 e o projeto acabou cancelado após a crise que se abateu sobre a estatal, envolvida em escândalos de corrupção.

Um dos convidados que já confirmaram presença na audiência pública é o prefeito de Uberaba, Paulo Piau. Em entrevistas à imprensa, o prefeito tem reivindicado que os equipamentos sejam vendidos de forma conjunta, a fim de viabilizar a retomada do projeto por outro investidor. A venda avulsa dos ativos, na avaliação de Piau, inviabiliza definitivamente a implantação da fábrica, trazendo grande prejuízo à região.

A Petrobras já divulgou que, após a venda dos equipamentos, pretende desmobilizar toda a equipe de manutenção que ainda permanece na área destinada ao projeto.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »