12/11/2017 às 05h45min - Atualizada em 12/11/2017 às 05h45min

Parques oferecem lazer e natureza na zona urbana

Município conta com 10 áreas instituídas, além do Parque do Sabiá

VINÍCIUS LEMOS | REPÓRTER
Parque mais conhecido de Uberlândia, Sabiá comemorou 35 anos na última terça-feira / Foto: Marco Crepaldi/Secom/PMU

 

A última terça-feira (7) marcou o aniversário de 35 anos da inauguração do Parque do Sabiá, a principal área verde de convívio e lazer da cidade de Uberlândia. O local amplamente conhecido entre a população ganhou, inclusive, comemoração especial neste fim de semana (ver mais nesta página). O que nem todo mundo conhece, contudo, são os demais dez parques situados no perímetro urbano uberlandense. Entre aqueles que oferecem fauna e flora como atrativo ou têm estrutura para acolhimento do público em geral, é possível ter atividades educativas, esportivas ou de contato com a natureza.

Além do Sabiá, o Parque Municipal Victório Siquierolli, no bairro Jardim América, na zona norte, é o que recebe maior público. Sua área de mais de 237 mil m2 é remanescente de Cerrado original e usada em atividades de educação ambiental feitas por meio de “atendimento orientado, com monitores treinados, organização e prática de oficinas específicas, caminhadas em trilhas e, somado a tudo isso, instrução acerca da valorização e proteção aos vários recursos naturais”, como informa a secretaria de Meio Ambiente.

Na mesma região há o Parque do Distrito Industrial, uma área com 282,4 mil m2 entre os bairros Gramado, Maravilha, Pacaembu e o próprio Industrial. O assessor técnico em Meio Ambiente do Município, Anderson Alves de Paula, explicou que o local é mais uma unidade para compensação da atividade de indústrias. Contudo, sob autorização, a população pode ter acesso ao local. Segundo ele, existem atividades de pesquisa desenvolvidas frequentemente ali.

No outro extremo da cidade, na zona sul, o Parque do Santa Luzia também tem característica semelhante. Entretanto existe maior interação com a população. Visitas monitoradas e apresentações especiais para a comunidade escolar ou grupos em geral podem ser agendadas no local, que tem 267,3 m2 e, a exemplo de todos os parques urbanos, foi criado ao redor de um nascente.

Vizinha do parque há cerca de 27 anos, a bióloga Bruna Santana Oliveira explicou que o local, além de ter importância pessoal, também é uma área de preservação permanente. “Tenho um apreço muito grande pela área. Há patos, gansos e capivaras. Local com árvores típicas de vereda, com sagui, jabuti, garça, além de peixes e até ariranha já foi vista ali”, afirmou.

Ainda na zona sul, o Parque Gávea, na avenida dos Vinhedos, oferece espaço de 182 m2  e conta também com um núcleo de educação ambiental, planetário, pista para atividades e orquidário. Morador da cidade de São Paulo, o engenheiro Ricardo Marcondes visita mensalmente Uberlândia e vai ao local constantemente. “É tão bom que também poderia funcionar à noite, pois tem iluminação para isso”, disse.

 

LAZER

Parques Lineares são opções para exercícios

Hoje existem três parques lineares na cidade, sendo o mais antigo o do Rio Uberabinha, inaugurado em junho de 2012 na região do bairro Jaraguá, na zona oeste. Os demais, Córrego do Óleo e Lagoinha, respectivamente nos bairros Mansour e Jardim Inconfidência, nas zonas oeste e sul, foram criados seguindo de perto as características daquele. Nos três há espaços para atividades como corridas, caminhadas e ciclismo, além de equipamentos para exercícios físicos.

Morador do condomínio Córrego do Óleo, o aposentado Eustáquio Geraldo contou à reportagem do Diário do Comércio que o espaço, próximo da sua casa, é importante e buscado pelos moradores, seja para atividades físicas ou conversas no fim de tarde. Por isso, ele constrói proteções de madeira ao redor de mudas plantadas no local. “Aqui se você não fizer proteção, os meninos não deixam e arrancam as plantas. O pessoal desce todo mundo para cá e essas árvores vão fazer sombra no futuro. É muito bom aqui”, afirmou.

 

LUIZOTE DE FREITAS

Com custo previsto de R$ 1,5 milhão, o Parque Municipal do Luizote de Freitas, na zona oeste, será reestruturado e vai se transformar em um parque linear. De acordo com o assessor técnico Anderson de Paula, o local terá pista para pedestres e ciclovia, além de outros equipamentos. “É o projeto de expansão dos parques lineares, aos moldes do Uberabinha”, disse.

O projeto está em fase de licitação e não existe prazo para que fique pronto, ainda que nesse momento seja feito o corte de árvores plantadas irregularmente no calçamento. Há mais projetos para revitalização de parques que hoje não contam com estruturas para recebimento da população, como o do Mansour, cuja rua de acesso não é asfaltada. Ainda é preciso obter orçamento para a execução.

A população, contudo, tem esperança de que seja rápido. “Foi prometido pra gente o ‘calçadão’, se fizer vai ficar bom. Hoje é apenas uma área verde. Sou otimista”, disse a moradora Oswaldina Martins Coelho, que há 20 anos convive com o local.

 

INFRAESTRUTURA

Vandalismo e conservação são desafios em Parques

A reportagem do Diário visitou na última semana sete parques urbanos e em todos, além dos elogios ouvidos, descobriu uma série de problemas relatados pelos moradores, que esperam melhoras para que os espaços sejam revitalizados.

Os maiores problemas são vandalismo e conservação. Pichação e depredação de equipamentos são comuns em todos os parques lineares, além de despejo de lixo.

No caso no Parque Linear do Córrego do Óleo, a iluminação da pista ainda não foi ligada por problemas de expansão elétrica para o local, o que ainda não tem prazo ocorrer, segundo a secretaria de Meio Ambiente.

Mas os demais problemas podem ser corrigidos pela consciência da própria população. “Esses parques são pulmões da cidade e despertam o senso ambiental da população. Depredação e sujeira são a falta de consciência da importância desses locais”, disse o assessor técnico Anderson de Paula.

 

Parques Urbanos de Uberlândia

- Parque Municipal do Óleo

Rua Sudepe, Planalto

 

- Parque Linear Córrego do Óleo

Rua Jamile Calil Attiê, esq. com av. Mississipi, Mansour

 

- Parque Victório Siquierolli

Av. N. Sra. do Carmo, Jardim América

 

- Parque do Distrito Industrial

Área verde entre bairros da zona Norte

 

- Parque Municipal Luizote de Freitas

Rua Genarino Cazabona, Luizote de Freitas

 

- Parque Municipal Mansour

Rua Rio Juguari, Mansour

 

- Parque Municipal Santa Luzia

Rua Alípio Abrão

 

- Parque Linear do Rio Uberabinha

Entre as av. Getúlio Vargas e Brigadeiro Sampaio, Jaraguá

 

- Parque Linear do Córrego Lagoinha

Av. Antônio Francisco Lisboa, Jd. Inconfidência

 

- Parque Gávea

Av. dos Vinhedos, Gávea

 

- Parque do Sabiá

Entre bairros Tibery e Santa Mônica

 

Agendamentos:

Sec. de Meio Ambiente – tel.:  3239-2598

 

AGENDA

Aniversário de 35 anos Pq. do Sabiá

 

DOMINGO

Parque em Festa - Aniversário de 35 anos do Parque do Sabiá

Horário: 8h às 20h

Local: Em diversos espaços do Parque do Sabiá

 

Projeto “Saúde no Parque”

Horário: 08h às 12h

Local: Quiosque Central

 

SEGUNDA

O Canto do Sabiá

Horário: 18h30 às 20h30

Local: Quiosque Multiuso

 

Outras atividades

- Pedalinho – (Domingo) 10h às 12h e 13h às 16h

- Piscina do Parque do Sabiá – (Domingo) 10h às 16h


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »