08/11/2017 às 18h31min - Atualizada em 08/11/2017 às 18h31min

Farnezi quer ampliar competições em 2018

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Em 2017, atleta ficou um pouco afastado de torneios por projetos próprios / Foto: Divulgação

 

À espera do calendário 2018 do triathlon brasileiro, o uberlandense Rafael Farnezi, de 31 anos, segue a sua rotina de treinos na cidade. Para o próximo ano, o atleta quer ampliar a participação em competições.

Em 2017, um dos maiores ganhadores do Brasil de Triathlon, com mais de dez títulos, competiu pouco, mas por opção própria. O intuito foi o de se dedicar mais aos projetos particulares de difusão do triathlon e também à Farnezi Santé Assessoria Esportiva, na qual realiza treinamento de atletas por todo o país.

O competidor do Triângulo Mineiro tem como maior resultado na carreira o título do Campeonato Mundial de Short Triathlon disputado, em setembro de 2011, na China. Neste ano, mesmo com poucas competições, Farnezi conquistou importantes títulos como o GP Extreme, disputado no mês de abril em João Pessoa (PB), onde ele precisou fazer 1km de natação na Praia do Cabo Branco, 100 km de ciclismo nas vias da avenida Panorâmica e 10 km de corrida na orla de Cabo de Branco.

Outro feito considerado importante pelo triatleta foi o título da Primeira Corrida de Aventura de Uberlândia, organizada, no mês passado, pelo 36º Batalhão de Infantaria Motorizado nas dependências do Clube Caça e Pesca Itororó. “Foi um ano tranquilo, mas bastante intenso no que se refere às outras atividades profissionais. No ano que vem pretendo competir mais, mas ainda não sei ao certo o que irei priorizar”, disse.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »