05/11/2017 às 05h08min - Atualizada em 05/11/2017 às 05h08min

Milho é fonte de energia para dietas equilibradas

Cereal fornece carboidratos e proteínas, além de ser rico em fibras

BIANCA BORGES E MARCO DE CASTRO | FOLHAPRESS
Creme de milho é uma receita saborosa e prática para quem quiser adicionar sabor ao dia a dia / Foto: Divulgação

 

De origem mexicana, o milho é um cereal com alto potencial energético devido a seu grande teor de carboidratos, além de possuir de 6% a 10% de proteína em sua composição. Ele ainda contém ácidos graxos poli-insaturados e ácidos graxos monoinsaturados, que ajudam no controle do colesterol e previnem doenças cardíacas. Em sua composição, o milho ainda possui fibra alimentar, ferro, magnésio, manganês, zinco, cobre, selênio, potássio, fósforo, vitaminas do complexo B, vitamina E e carotenoides.

O consumo do milho no dia a dia é sempre indicado para quem precisa adotar uma dieta equilibrada e saudável. "Determinados nutrientes presentes no milho favorecem o sistema imunológico, auxiliam na visão e na redução do colesterol, previnem distúrbios cardíacos e alguns tipos de câncer, como o de cólon, e ajudam no controle da glicose sanguínea", explica João Henrique Oliveira, nutricionista da Clínica Bruno Vargas, de Belo Horizonte.

Segundo o nutricionista, quem busca perder peso pode consumir o cereal, mas com cautela. "Ele é uma boa fonte energética, devido principalmente ao seu alto teor de carboidrato. Por outro lado, é rico em fibras que auxiliam no processo de saciedade e, consequentemente, favorece a perda de peso."

Integrante do Conselho Regional de Nutricionistas, Vivian Zollar afirma que devemos dar preferência ao milho in natura, pois o enlatado tem quantidades de sódio aumentadas. "Em 100 g de milho verde enlatado, por exemplo, a quantidade de sódio pode ser mais do que cem vezes maior", diz a nutricionista.

Na hora de escolher o milho no mercado, ela orienta que, caso a opção seja pelo cereal com a palha, a pessoa deve verificar se os grãos não apresentam pontos de mofo e se a palha tem coloração verde. Quando a opção é pela compra do milho sem a palha, o ideal é verificar se os grãos estão tenros, pois, quando têm aspecto ressecado, podem indicar espigas mais velhas.

João Henrique Oliveira lembra que o cereal pode ser consumido de diversas formas. "Temos a farinha de milho, o açúcar de milho, o amido de milho, o óleo de milho, etc. Podemos comer a espiga de milho verde cozida, além de fazer pipoca, pamonha, mingau, cuscuz, polenta, curau e pães, entre outras receitas."

 

RECEITAS

Creme de milho

- Ingredientes

2 xícaras (chá) de leite

2 latas de milho verde em conserva escorrido

1 colher (sopa) de manteiga

1 cebola ralada

1 colher (sopa) de farinha de trigo

1 pitada de noz-moscada

- Modo de preparo

Em um liquidificador, bata o leite com metade do milho-verde. Reserve. Em uma panela, aqueça a manteiga até derreter e refogue a cebola. Adicione a farinha de trigo e mexa rapidamente até dourar e formar uma massa. Misture o milho batido com o leite reservado, a noz moscada e o milho verde restante. Cozinhe, mexendo sempre, por cerca de dez minutos em fogo baixo ou até a mistura engrossar. Sirva.

 

Sopa cremosa de milho com frango

- Ingredientes

5 sobrecoxas temperadas cortadas em pedaços grandes

2 colheres (sopa) de manteiga

4 dentes de alho picados

1 litro de caldo de frango

3 latas de milho-verde escorrido (ou 2 saquinhos congelados)

½xícara (chá) de iogurte grego

1 colher (chá) de sal

Folhas de coentro a gosto

- Modo de preparo

Derreta a manteiga em uma panela grande, depois adicione o alho e frite por um minuto. Junte os pedaços de frango e cozinhe por quatro minutos, mexendo de vez em quando. Em um liquidificador, bata o conteúdo de 1 lata de milho com o caldo de frango. Em seguida, despeje na panela juntamente com o restante do milho e deixe ferver por 15 minutos, em fogo baixo. Quando o frango estiver macio, e a sopa, cremosa, desligue o fogo e adicione o iogurte, o sal e as folhas de coentro.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »