16/10/2017 às 10h48min - Atualizada em 16/10/2017 às 19h02min

Bombeiros registram dois incêndios em Uberlândia no final de semana

ISABEL GONÇALVES | REPÓRTER
Causa de incêndio em residência na rua Caiapônia, na região central, segue desconhecida / Foto: José Elias Mendes

 

O Corpo de Bombeiros registrou dois incêndios em Uberlândia no último final de semana. Os casos aconteceram nas regiões central e oeste da cidade e não há informação de feridos.

No início da noite de domingo (15), um incêndio atingiu uma das unidades da empresa de soluções logísticas Comfrio, na Rua do Prata, no Bairro Chácaras Bonanza. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, uma carreta-baú pegou fogo e as chamas se espalharam em uma área da empresa.

A Comfrio informou que o veículo pertencia a uma fornecedora e estava na área reservada a operações de descarga quando o incêndio começou. As chamas atingiram o caminhão e a mercadorias no compartimento, não causando danos à estrutura do imóvel.

Os militares levaram cerca de uma hora para fazer o combate e rescaldo do incêndio. Ao todo, dois caminhões-bomba com capacidade para 4 mil litros de água cada e uma viatura de salvamento do 5° Batalhão de Bombeiros Militar (BBM) foram utilizados no combate ao incêndio, considerado de médias proporções.

Ainda segundo a empresa, as operações na unidade já foram normalizadas e as causas do acidente estão sendo investigadas.

 

RESIDÊNCIA

No sábado (14), um incêndio destruiu uma residência na Rua Caiapônia, no Centro de Uberlândia. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas atingiram os telhados e as paredes da casa, além de queimar móveis e eletrodomésticos.

No momento do incêndio, uma mulher e três crianças, sendo um bebê de apenas 15 dias, estavam na casa.  Eles foram socorridos por vizinhos e estudantes de uma escola profissionalizante, que também teve uma sala de aula atingida pelas chamas. Ninguém se feriu, mas a família ficou em observação na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Bairro Martins devido à inalação da fumaça.

Segundo os militares, a instituição de ensino fica no mesmo terreno da residência destruída e de uma segunda casa. Com a estrutura comprometida, a residência foi interditada pela Defesa Civil. Por causa dos estragos, a escola passará por reformas e pode suspender as aulas por até 15 dias. A causa do incêndio será apurada.

Os interessados em fazer doações para a família, que perdeu todos os seus pertences e está na casa de familiares, podem entrar em contato direto com Reginaldo José Matiolli, pelos telefones (34) 9 9633-8251 ou (34) 9 9239-7666.

(*) Texto atualizado às 19h02 para acréscimo de informações


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »