29/09/2017 às 16h37min - Atualizada em 29/09/2017 às 16h37min

Lixo em lote vago gera incômodo para moradores

Vizinhança reclama de mau cheiro e sujeira em terreno da Prefeitura

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Vigilante Marinaldo Barreto é um dos moradores que cobra solução para problema / Foto: Vinícius Romario

 

Um lote vago na esquina da Rua João de Oliveira Andrade com a rua Luiza Maria de Jesus, no bairro Tocantins, na zona oeste de Uberlândia, tem causado muitos problemas aos moradores do entorno, que reclamam, dentre outras coisas, de sujeira e mau cheiro. Segundo eles, a situação é antiga e ocorre porque o local é usado para o descarte irregular de lixo e resto de animais. A Prefeitura de Uberlândia, por sua vez, diz que faz limpeza da área regulamente, mas pede colaboração da vizinhança para a resolução do problema.

A aposentada Maria Ribeiro da Silva mora em frente ao lote há 20 anos, e, de acordo com ela, a sujeira e o mau cheiro já eram comuns no local naquela época. “Pelo menos, quando me mudei para cá, existia uma tela em volta, mas logo tiraram e não aguentamos o mau cheiro por causa dos animais mortos que jogam lá”, diz.

Ela afirma ainda que, por se tratar de um espaço grande, a Prefeitura poderia investir em equipamentos públicos no local. “Poderiam, talvez, criar uma praça. Seria ótimo para o bairro e acabaria com o problema”, afirma Maria da Silva.

Morando em frente ao lote vago há seis anos, o vigilante Marinaldo Barreto também reclama e cobra uma solução em relação ao local. “Se isso estivesse na porta de um vereador ou do prefeito, tenho certeza que já havia sido resolvido. Mas não está e nós temos que sofrer com os insetos, lixo e as carniças jogadas lá”, ressalta Barreto.

Já a diarista Glauciene Martins de Oliveira Souza, que mora em frente ao lote há sete anos, pede também para que os vizinhos se conscientizem e não joguem lixo ou coloquem fogo no local. “Já existiu um vigilante aí, mas correram com ele. Os carroceiros fazem pressão e continuam jogando lixo e somos nós que sofremos”, diz.

 

PREFEITURA

Por meio de nota, a Prefeitura de Uberlândia disse que “o terreno é uma área institucional do Município. Equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico realizam, semanalmente, a limpeza da área, um retrabalho que atrasa o planejamento e impede a chegada dos serviços a outras regiões da cidade”.

A nota afirma ainda que ”a secretaria reforça que a colaboração da população é fundamental para evitar problemas relativos ao descarte irregular de lixo. Para denunciar o descarte incorreto, o cidadão pode ligar no 3239-2800 ou acessar o site da Prefeitura (www.uberlandia.mg.gov.br), no link Fale com o Governo”.

O comunicado encerra informando que “além da coleta de lixo domiciliar permanente, disponibiliza ainda os serviços oferecidos no Ecoponto no bairro Tocantins, localizado no cruzamento da rua Docelino de Freitas Costa com rua Bernadete Silva Arantes, onde a comunidade pode fazer, em todos os dias da semana, das 7h às 19h, o descarte de até 1 m³ de resíduos de construção civil, podas de árvores, materiais recicláveis, óleo de cozinha e lâmpadas”.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »