23/09/2017 às 05h32min - Atualizada em 23/09/2017 às 05h32min

Uberlândia recebe projeções do Forumdoc.mg

Festival de cinema e antropologia reúne apresentações em diferentes pontos da cidade e em Ituiutaba

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
“Paris is burning”, de Jennie Livingston, é o primeiro documentário a ser exibido hoje / Foto: Divulgação

 

Desde 2009 Uberlândia recebe o festival de antropologia e cinema Forumdoc.mg, que em sua itinerância também passa por outras cidades mineiras levando ao público universitário e também para a comunidade não universitária documentários do cinema etnográfico sempre seguidos por debates e avaliações de especialistas no assunto. Neste ano, além do campus Santa Mônica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) serão realizadas projeções no Museu Universitário de Arte (MUnA), Casa Graça do Axé, e também no campus de Ituiutaba da universidade.

O festival começa hoje e vai até terça-feira (26) com as mostras Queer e a Câmera e Contemporânea Nacional, exibindo 14 filmes distribuídos em 6 sessões, que serão comentadas pelo curador da mostra Queer e a Câmera, Paulo Maia, e por Ewerton Belico, que comentará as sessões da mostra Contemporânea Nacional.

Para o professor de Artes Visuais da UFU Gastão da Cunha Frota, envolvido no projeto desde o início, essa mostra é uma das mais ricas dentro do cinema etnográfico. “É um processo de formação de público em arte visual no qual trazemos diferentes pesquisas comentados por especialistas. Vale a pena conferir porque se você pode assistir o documentário depois em qualquer outra plataforma, não terá a riqueza do diálogo proposto neste formato”, comenta o professor que avalia que a iniciativa fomenta o mercado audiovisual local.

Sobre os especialistas desta edição, Gastão não poupa elogios. “O Paulo é um pesquisador jovem e muito gabaritado. O Ewerton vem pela terceira vez à cidade. É um cinéfilo e um cineasta que está finalizando seu primeiro longa metragem”, adianta Gastão.

O professor reforça que a programação serve tanto para estudantes de antropologia, cinema, artes e ciências sociais quanto para cinéfilos e estudiosos fora da comunidade universitária. “Estou muito feliz com essas sessões gratuitas e com a ampliação dos espaços de exibição neste ano”, disse.

Realizado há 21 anos em Belo Horizonte, a mostra Forumdoc.mg em Uberlândia é uma parceria entre a UFU, a Associação Filmes de Quintal (BH), Antropologia, Ciências Sociais e Artes Visuais da UFU com apoio de outras diretorias e programas da universidade e tem emissão de certificado. “Hoje em dia como não temos mais cinema de rua, só os de shopping, fica esse cenário muito hegemônico, com documentários muito industrializados. Essa é uma oportunidade de se ter uma conversa fértil, discutir - como na mostra Queer - a temática LGBT que tem movimentado discussões nacionais e assistir a obras independentes de diferentes épocas que aumentam repertório”, afirma Gastão, que está saindo para seu doutorado mas tem certeza da continuação do projeto.

 

SERVIÇO

O QUE: forumdoc.mg

QUANDO: 23, 24, 25 e 26 de setembro

ONDE: Campus Santa Mônica da UFU, Casa Graça do Aché (Cesário Crosara, 4.187, Roosevelt), MUnA (ruaCoronel Manoel Alves, 309, Fundinho) e Campus Ituiutaba da UFU.

ENTRADA FRANCA: recomenda-se chegar cedo. Locais sujeitos a lotação.

INFORMAÇÕES: goo.gl/LME42Y

 

Programação forumdoc.mg

SÁBADO (23)

19h30 no MUnA - Sessão Queer #1 - “Paris is burning” (EUA, 1991, cor, 71’, direção Jennie Livingston)

 

DOMINGO (24)

15h no auditório 2 - Campus Pontal, Ituiutaba - Sessão Queer #2 - “Los Leones” (Brasil/França, 2016, Cor, 79’, direção André Lage)

 

SEGUNDA (25)

9h30 no Auditório 3C (Biblioteca), Campus Santa Mônica da UFU - Sessão Queer #3 – “She has a beard” (Brasil/EUA, 1975, p&b, 26’, direção Rita Moreira, Norma Bahia Pontes), “Modern” (Londres, 2014, cor, 4’, direção Luiz Roque), “Heaven” (Brasil, 2016, cor, 10’, direção Luiz Roque), “Prelúdio de uma morte anunciada” (Brasil, 1991, cor, 5’, direção Rafael França
Trilogia Nefanda), “La visión de los vencidos” / “A visão dos derrotados” (Bolívia, 2013, cor, 7’, direção Carlos Motta), “Nefandus” (Bolívia, 2013,cor, 13’, direção Carlos Motta) e “Naufrágios” (Bolívia, 2013, cor, 13’, direção Carlos Motta).

19h Auditório 5 O C do Campus Santa Mônica da UFU - Sessão Nacional #3 “As mina na batalha” (Brasil, 2016, cor, 22’, direção Grazie Pacheco) e “A cidade onde envelheço” (Brasil, 2016, cor, 99’, direção Marília Rocha)

 

TERÇA (26)

14h no Auditório 5 O C do Campus Santa Mônica da UFU - Sessão Nacional #1 – “Martírio” (Brasil, 2016, cor, 162’, direção Vincent Carelli, co-direção Ernesto de Carvalho, Tita)

19h30 na Casa Graça do Aché - Sessão Nacional #2 –“Kbela” (Brasil, 2015, cor, 23’, direção Yasmin Thayná), “Deixa na régua” (Brasil, 2016, cor, 72’, direção Emílio Domingos)


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »