01/06/2017 às 05h32min - Atualizada em 01/06/2017 às 05h32min

Licenciamento começa a ser exigido a partir de hoje

Estado tem 3,5 milhões de veículos com situação ainda irregular

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Documentação em dia é cobrada nas blitze de rotina / Foto: Divulgação/PRE

 

Começa a ser exigido a partir de hoje o porte do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLV) 2017 para os proprietários de veículos com final de placa 1, 2, 3, 4 e 5. Os veículos com final de placa 6, 7, 8, 9 e 0, poderão rodar com o CRLV 2016 até o dia 30 de junho.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), atualmente, cerca de 9 milhões de veículos em todo o Estado estão em condição de licenciamento. Desse total, 61%, ou seja, 5,5 milhões de veículos já estão licenciados. O restante, 3,5 milhões de veículos (38%), ainda não está regularizado.

Segundo as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o veículo é considerado licenciado após a quitação dos débitos do Imposto de Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), Seguro Obrigatório, Licenciamento e multas. Quem está em atraso com os tributos ainda pode fazer o pagamento nas redes bancárias credenciadas. Para impressão da segunda via do boleto de multa, o cidadão poderá acessar o site do Detran.

O major da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) David de Brito Júnior afirma que quem fez o pagamento dos impostos e ainda não recebeu o documento deve ficar atendo a possíveis débitos em aberto. “Tem gente que não quitou multa antiga ou nem mesmo sabe que tem a multa. Por isso, deve procurar o Detran ou acessar o site para se atualizar”, disse o major David.

Ele ressalta ainda que é importante que o proprietário do veículo se regularize para que não tenha mais gastos. “A pessoa que não paga o IPVA ou qualquer outro imposto e é pego em uma blitz vai ter que gastar se regularizando, pagar o guincho e pátio, deixando a situação pior ainda”, afirmou o major.

Sobre as blitze, o major disse que não serão programadas ações específicas para a cobrança do documento, mas lembra que isso já é cobrado no trabalho cotidiano da Polícia Militar (PM). “Realizamos blitze diariamente, onde agimos sobre o crime, como casos de porte de arma ou droga, mas também cobramos as questões administrativas, como documentação pessoal e do veículo e isso será continuado”, finalizou o major David.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir veículo que não esteja registrado e licenciado é considerada infração gravíssima com multa de R$ 293,47, perda de 7 pontos na Carteira Nacional de Habitação (CNH) e remoção do veículo.

 

PORTE CRLV 2017

- Obrigatório a partir de hoje para veículos com final de placa 1, 2, 3, 4 e 5.

- Obrigatório a partir de 1º de julho para veículos com final de placa 6, 7, 8, 9 e 0.

- Quem ainda não recebeu o documento, acesse: https://www.detran.mg.gov.br

- Multa por falta de licenciamento: R$ 293,47 + perda de 7 pontos na CNH + remoção do veículo


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »