25/05/2017 às 05h29min - Atualizada em 25/05/2017 às 05h29min

UEC tem terceira melhor média de público e renda

O clube se manteve na mesma colocação do ano passado, perdendo apenas para Cruzeiro e Atlético/MG

EDER SOARES | REPÓRTER
Foto: Eder Soares

Pelo segundo ano consecutivo, o Uberlândia Esporte Clube terminou o Campeonato Mineiro como a terceira melhor média de renda e público da competição, o que traz maior esperança para 2018, quando o clube terá calendário cheio com as disputas do Mineiro, Série D do Brasileiro e, quem sabe, a Copa do Brasil, o que dependerá das campanhas de Cruzeiro e Atlético no Brasileiro. A diretoria alviverde espera que o clube cresça não só na arrecadação, mas também no apoio nas arquibancadas. A promessa por parte do departamento de futebol é da montagem de um elenco forte e atrativo a fim de chamar o torcedor para o Estádio Parque do Sabiá. O objetivo é chegar às semifinais do estadual e, principalmente, buscar o acesso para a Série C do Brasileiro.

No ano passado, o Verdão chegou a liderar o ranking de público e renda, quando arrancou na competição anotando quatro vitórias seguidas e até liderando o campeonato após a quinta rodada. Este ano, o clube teve média de 5.377 pagantes, por partida. À frente do Uberlândia ficaram apenas o Cruzeiro com 18.184 torcedores de média e Atlético, o segundo, com 14.849.

Na média de renda, o Verdão também se destacou ficando em terceiro lugar com renda bruta de R$ 649.435. A URT teve R$ 715.760, mas fez dois jogos, pelas semifinais em Belo Horizonte, o que a deixa o time de Patos de Minas em quarto lugar. O Cruzeiro teve a maior renda com R$ 3.742.782 e o Atlético ficou em segundo com R$ 3.405.320. Todos os dados são provenientes do site oficial da Federação Mineira de Futebol (FMF).

O diretor de futebol do Verdão, Fabrício Tavares, acredita que 2018 será um grande ano para o clube, dentro de campo e também nas arquibancadas “Com essa consolidação de se manter por três anos seguidos na primeira divisão, o torcedor passa a acreditar mais e entender que o futebol profissional do clube está em uma ascensão. A tendência agora com um calendário cheio a partir de 2018 é que o torcedor passe a acreditar mais. Vamos montar um elenco atrativo para trazer ainda mais o nosso torcedor e forçar um acesso para a Série C”, disse o diretor de futebol do Verdão, Fabrício Tavares.

O segundo vice-presidente do clube, Flávio Gomide, também é otimista e acredita  qe o clube está no caminho certo. “O Uberlândia mostra mais uma vez o que ele é, atrás somente de Cruzeiro e Atlético e a frente até do América, o que mostra o seu potencial de  crescimento. Quem fala que a torcida paga o time, isso não é a realidade, porém é fato que a torcida ajuda muito. Teve jogo que tivemos prejuízo, como partidas contra o América de Teófilo Otoni e o Tupi. A realidade é que a torcida do Uberlândia, hoje, paga um mês de folha dos cinco durante o campeonato e os outros o clube precisa correr atrás. Mas essa renda é sensacional e mostra que estamos no caminho certo, ainda mais quando você leva em consideração que é um time que esteve por cinco anos seguidos na segunda divisão”, afirmou Flávio.

 

 

RANKING MINEIRO 2017

1º  Cruzeiro

Média de Público 18.184

Renda Bruta: R$ 3.742.782

 

2º Atlético

Média de Públio: 14.849

Renda Bruta: R$ 3.405.320

 

3º Uberlândia

Média de Público: 5.377

Renda Bruta: R$ 649.435

 

4º  URT

Média de Público: 3.808

Renda Bruta: R$ 715.760

 

5º Democrata GV

Média de Público: 3.507

Renda Bruta: R$ 579.480

 

6º América-MG

Média de Público: 3.090

Renda Bruta: R$ 309.269

 

7º América TO

Média de Público: 2.100

Renda Bruta: R$ 277.955

 

8º Villa Nova

Média de Público: 1.972

Renda Bruta: R$ 214.670

 

9º Tupi

Média de Público: 1.562

Renda Bruta: R$ 168.565

 

10º Tombense

Média de Público: 1.318

Renda Bruta: R$ 211.450

 

11º  Caldense

Média de Público: 1.075

Renda Bruta: R$ 135.405

 

12º Tricordiano

Média de Público: 568

Renda Bruta: R$ 144.730


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »