12/05/2017 às 17h42min - Atualizada em 12/05/2017 às 17h42min

Caldense confirma participação na Série D e Verdão precisará esperar 2018

ÉDER SOARES REPÓRTER
Da Redação

No fim desta semana, o torcedor do Uberlândia Esporte Clube chegou a viver a expectativa de ainda ver o Verdão disputar a Série D do Brasileiro este ano. A Caldense, equipe de Poços de Caldas, no sul de Minas, acabou vivendo um momento conturbado, quando o presidente da Veterana, Antônio Bento Gonçalves, não concordando com os contratos feitos com jogadores para a Série D e Campeonato Mineiro, demitiu o gerente de futebol Alex Joaquim e ainda anunciou a rescisão de contratos com comissão técnica e jogadores. Isto a duas semanas da estreia na quarta divisão nacional.

Caso se confirmasse a desistência da Caldense, o Uberlândia poderia herdar a vaga para este ano, mas na última quinta-feira, Antônio Bento concedeu uma entrevista coletiva na qual garantiu a participação do time do sul de Minas na Série D, o que quebrou as últimas esperanças do torcedor do Verdão, que terá mesmo que esperar 2018 para voltar a ver a sua equipe no Brasileirão.

 

“Isso foi um fato positivo, porque conseguimos impor a transparência. E os contratos foram barrados da forma como vinham e novos contratos foram firmados, a partir de um diálogo necessário com jogadores e comissão técnica. Agora vamos dar sequência ao trabalho para que possamos buscar o acesso para a Série C do Brasileiro”, disse o presidente da Veterana.

 

Em 2018, o Uberlândia Esporte Clube terá pela frente calendário cheio, com as disputas do Campeonato Mineiro, no primeiro semestre, além do grande objetivo que é a Série D, no início do segundo semestre.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »