10/05/2017 às 09h13min - Atualizada em 10/05/2017 às 09h13min

Fifa aprova proposta que dá 6 vagas à Conmebol

Essa e outras decisões do Conselho precisam ser referendadas nesta quinta

Manama
Presidente da FIFA, Gianni Infantino, durante visita à CBF no ano passado

O Conselho da Fifa aprovou, ontem, em uma reunião realizada em Manama, no Bahrein, uma mudança na alocação das vagas para a Copa do Mundo de 2026, a primeira edição do torneio que será disputada por 48 seleções - atualmente, o torneio é disputado por 32 times. A América do Sul passará a ter o direito a seis vagas diretas na competição.

Essa e outras decisões do Conselho da Fifa precisam ser referendadas pelo seu congresso, que começará amanhã em Manama. A Fifa vai destinar 16 vagas para seleções da Europa, nove para a África, oito para a Ásia, seis para os sul-americanos, seis para os países da Concacaf e uma para a Oceania.

Depois, serão disputadas duas vagas através de um torneio intercontinental que envolverá um representante de todas as confederações continentais, com exceção da Uefa, e outra do continente do país-sede do torneio. Essa repescagem está agendada para novembro de 2025.

O país anfitrião estará automaticamente qualificado para a Copa do Mundo em uma vaga a ser retirada da cota da sua confederação. Se houver várias sedes, o Conselho da Fifa decidirá quantos delas se classificarão automaticamente.

Pode ser o caso exatamente da Copa de 2026, para a qual apenas uma candidatura conjunta de Estados Unidos, Canadá e México foi apresentada até agora. O Conselho da Fifa "congelou" um pedido da candidatura norte-americana de acelerar o processo de definição de quem organizará o torneio ao dar mais três meses para que interessados a receber a competição se apresentem. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »