25/04/2017 às 09h40min - Atualizada em 25/04/2017 às 09h40min

Praia recebe premiação de terceiro colocado

Nesta edição, o time uberlandense somou 56 pontos em 28 partidas e obteve 19 triunfos

ÉDER SOARES – ESPECIAL PARA O DIÁRIO
Tassia – crédito: Divulgação/Ascom CVB Equipe foi representada pela líbero Tássia, eleita a melhor da competição no quesito recepção

Confirmando o favoritismo do Rio de Janeiro no último domingo (23), a vitória por 3 sets a 2 sobre o Osasco (SP) e a conquista do seu 12º título da Superliga Feminina de Vôlei, também ficou sacramentada a conquista do terceiro lugar pelo Dentil/Praia Clube. Após a decisão que aconteceu na capital fluminense, foi realizada a premiação das equipes primeiras colocadas e também das melhores atletas.

O Praia Clube foi representado na solenidade pela líbero Tássia, eleita a melhor da Superliga no fundamento recepção. Nesta edição, o time uberlandense somou 56 pontos em 28 partidas e obteve 19 triunfos. Pela segunda temporada consecutiva, o Dentil terminou a Superliga, uma das principais ligas do mundo, entre as três melhores agremiações do vôlei brasileiro.  

Nesta temporada ficou a forte expectativa por parte do torcedor praiano para a conquista do inédito título, já que o clube, vice-campeão na última temporada, manteve a base da equipe e ainda aumentou o investimento  no elenco trazendo atletas como a central bicampeã olímpica Fabiana.

“Infelizmente esporte é desta forma. Formamos um time muito forte, mas que por alguns aspectos não conseguiu o objetivo que era o de chegar a mais uma final. No geral acho que o time fez um boa campanha, pois chegar entre os primeiros colocados de uma Superliga Feminina não é para qualquer time. Agora vamos trabalhar para estarmos ainda mais fortes para a próxima edição”, disse o gerente do Praia, André Lelis.

Mercado

Embora a diretoria praiana negue qualquer tipo de especulação, já é certo que o técnico Ricardo Picinin não continua no comando técnico da equipe. Paulo Coco, que se desligou do Minas Tênis Clube, é o mais cotado para assumir a vaga. A líbero Tássia também deixará o clube, sendo que Suelen, que estava na Itália, deverá a ser a substituta para a posição.

Fernanda Garay, que estava na China, será anunciada a qualquer momento, bem como a oposta norte-americana Hooker, que jogando pelo Minas Tênis foi eleita a atacante mais eficiente da Superliga. A levantadora Ananda e a ponteira Amanda, ambas do Brasília, também deverão chegar à Arena Praia. A central Fabiana e a levantadora Claudinha permanecem no elenco para a próxima temporada. A cubana Ramirez e a norte-americana Alix Klinemam seguirão seus destinos em outros times.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL SUPERLIGA FEMININA

 

1º - Rio de Janeiro

2º - Osasco(SP)

3º - Dentil/Praia Clube

4º - Minas Tênis

5º - Bauru (SP)

6º - Brasília Vôlei (DF)

7º- Fluminense (RJ)

8º - Pinheiros (SP)

9º - São Caetano (SP)

10º - Rio do Sul (SC)

11º - Sesi (SP)

12º - Valinhos(SP)

 

MELHORES DO CAMPEONATO

 

Maior pontuadora – Tandara (Osasco)

Melhor saque – Tandara (Osasco)

Melhor ataque – Hooker (Minas Tênis)

Melhor bloqueio – Mara (Minas Tênis) 

Melhor recepção – Tássia (Praia Clube)

Melhor defesa – Brenda Castillo (Bauru)

Melhor levantadora – Macris (Brasília Vôlei)

Craque da Galera – Tandara  (Tandara)


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »