19/04/2017 às 14h20min - Atualizada em 19/04/2017 às 14h20min

Mulheres mães inspiram livro de uberlandense

Paulo Capparelli lança "Alô...quem fala?" dentro do projeto Noite Literária

Adreana Oliveira
Da Redação
Paulo Capparelli graduou-se em Teatro na UFU e estudou na Europa (Divulgação)

Paulo Caparelli lança hoje, em Uberlândia, dentro do projeto Noite Literária, seu primeiro livro, “Alô... quem fala?” (Ed. Subsolo, 64 páginas, R$ 20 no lançamento). Aos 27 anos, ele é graduado em teatro pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e estudou arte e teatro na Universidade de Évora em Portugal. Atualmente o ator vive no Brasil a escrever peças teatrais e fala de sua estreia na literatura.

“Sempre gostei de ler e escrever. Na infância rabiscava contos e histórias ou escrevia sobre algo que vi ao longo do meu dia. Falar de teatro é ao mesmo tempo mergulhar na literatura. Existem outros textos que escrevi para o teatro; porém ‘Alô... quem fala?’ é meu preferido porque me dá a possibilidade de brincar e falar das mazelas cotidianas e nossos medos e conflitos internos. A necessidade de dizer algo me leva a escrever”, disse o escritor uberlandense.

Ele estreia no mercado editorial com um drama familiar, um assunto inesgotável que tem uma rede de abordagens muito diversas, neste caso, sobre a mulher mãe. O autor afirma que queria falar algo que chegasse perto dos sentimentos das mulheres mães e a partir daí criou a personagem Rosa Maria Amália do Amaral, com todos esses nomes e com "Amar-All" que fosse a própria representação de todas as mulheres mães.

A inspiração veio de um documentário sobre refugiados da Síria que chegavam na fronteira com a Grécia e uma mãe que foi separada de seu filho. A partir daí, o depoimento de uma mãe na África assolada pelo Ebola veio somar e Capparelli continuou a se alimentar desses documentários. “Assisti um que contava sobre a espera das mães de vítimas da tragédia em Santa Maria (RS). Essa ruptura entre mãe e filho me era estranha. Ver essas mães em busca de seus filhos era intrigante”, disse o escritor.

Ele já havia feito uma matéria de escrita dramatúrgica na época da graduação em teatro já havia um esboço do enredo que a partir dessas vivências, dessas histórias que ele acompanhou recomeçou a escrever. As personagens são cinco mulheres.

Para o autor, “Alô... quem fala ?” É um presente de vida um drama escrito de uma forma muito respeitosa às mães mulheres guerreiras presentes em todo mundo. Durante o lançamento haverá participação do grupo Balaio de Chita e música com Natã Borges, Andressa Resende e Gabriel Borges. O livro estará à venda pelo preço promocional de R$ 20.

Europa

Capparelli estudou na Europa e de lá traz lições importantes para seu trabalho no Brasil. Seu trajeto no Velho Mundo foi rico e teve um contratempo. “Tive uma meningite que me levou a uma internação de 51 dias. Mesmo assim queria fazer arte e comecei a fazer um trabalho dentro do hospital. Ainda internado relatava minhas sensações e sentimentos em busca de criar algo com o que vivia. Nesse momento de minha vida a arte me salvou”, conta. Ao sair do hospital ele apresentou uma performance chamada “Caminhares”.

SERVIÇO

O QUE: Noite Literária – Lançamento do livro “Alô... quem fala?”

QUEM: Paulo Capparelli

QUANDO:hoje, às 20h

ONDE: Baroa Rotisseria - Alameda Uberaba, 200 - Santa Mônica

ENTRADA FRANCA


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »