13/04/2017 às 09h10min - Atualizada em 13/04/2017 às 09h10min

Paralímpicos do Praia Clube dão show de desempenho

O grande destaque da equipe foi Laila Garcia, com 7 medalhas de ouro

ÉDER SOARES – ESPECIAL PARA O DIÁRIO
Paralimpicos Praia – Crédito: Divulgação/Ascom Praia Nadadores conquistaram 30 medalhas - 28 de ouro e duas de bronze

A equipe paralímpica de natação do Praia Clube segue conquistando grandes resultados na temporada 2017. Os praianos estiveram em Brasília (DF), entre os dias 7 e 9 de abril, onde participaram do Circuito Loterias Caixa – Etapa Regional Centro-Leste. Na capital federal, os nadadores conquistaram 30 medalhas, sendo 28 de ouro e duas de bronze.

Além disso, o Praia conquistou troféus pelos títulos de melhor clube com atletas com deficiência física, melhor atleta geral da competição (Laila Garcia), atletas mais eficientes no feminino e masculino (Ana Paula Fernandes/William Santana) e melhor técnico do evento geral no masculino e feminino (Alexandre Vieira).

A competição aconteceu no Centro de Capacitação Física (CECAF). Dentre os praianos participantes, o grande destaque da equipe foi Laila Garcia, que obteve sete medalhas de ouro: nos 50m borboleta, 100m costas, 100m peito, 200m medley e 50m, 100m e 400m livre. Além disso, ao nadar os 400m livre, a atleta se manteve entre as 12 melhores nadadoras do mundo de sua classe nessa prova.

"Confesso que estava um pouco cansada, pois tem pouco tempo que voltei do Parapan de Jovens. Mas estou satisfeita com os resultados e me recuperarei para ir ao Open, que é a principal competição do ano. É lá que quero diminuir mais minhas marcas", disse Laila Garcia.

Outros paratletas praianos também trouxeram resultados importantes. Letícia Ferreira, Ana Paula Fernandes, William Santana e Lucas Fernandes trouxeram, juntos, outras 23 medalhas. O técnico Alexandre Vieira comemorou o excelente resultado da equipe.

“Estamos a duas semanas de uma importante competição, que é o Open Internacional, no qual nossa equipe competirá com todos os atletas do grupo. Ver resultados como esses na etapa regional nos dá uma motivação a mais na briga pelas vagas do Mundial, já que a competição será seletiva para o Mundial Absoluto de Natação Paralímpica, previsto para acontecer no início de outubro, no México”, afirmou Alexandre


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »