01/02/2017 às 09h11min - Atualizada em 01/02/2017 às 09h11min

Vitória na estreia não acontecia há 37 anos

Conquista aconteceu em 1980, quando o time de Uberlândia venceu o Flamengo, em Varginha, por 2 a 1

Eder soares - Especial para o diário

 

     A estreia com vitória no Campeonato Mineiro (1 a 0) sobre o Tricordiano no último fim de semana, jogando em Muriaé, transmitiu uma motivação para jogadores e comissão técnica do Uberlândia Esporte Clube (UEC), além de torcedores e parte da imprensa local que cobre o Verdão no dia a dia do clube.  
Para que o torcedor tenha ideia, a última vez que o Uberlândia conquistou uma vitória em estreia, atuando fora de casa, pela elite do Campeonato Mineiro, aconteceu há 37 anos, no Estadual de 1980, quando o Verdão bateu o Flamengo, em Varginha, por 2 a 1. 
Já o último triunfo em estreia, jogando em casa, veio em 2002, com uma vitória de 1 a 0 sobre o Nacional de Uberaba. Neste mesmo ano, o Verdão sofreu o seu segundo rebaixamento para a segunda divisão mineira. Aliás, foram quatro descensos na história do clube. 
O primeiro rebaixamento aconteceu em 1997, o terceiro em 2006 e o último em 2010. De lá pra cá, o Uberlândia acabou amargando cinco anos disputando o Módulo II do Mineiro, sendo que a volta para a primeira divisão aconteceu em 2015, com o título da competição, justamente com o Verdão sendo comandado pelo técnico Paulo Cézar Catanoce. 
No próximo domingo (5), o Verdão enfrenta o Democrata-GV, às 17h, no Estádio Parque do Sabiá, pela segunda rodada do Mineiro. Catanoce prefere conter a euforia e garante que ainda existe muito trabalho pela frente. “Acho que ainda precisamos manter o foco no trabalho. Estrear vencendo foi maravilhoso e vencer fora de casa, melhor ainda. Mas temos de ter a consciência de que a competição é muito dura e que precisamos manter o trabalho a fim de crescer ao longo dela”, disse o treinador.

Série D 

O grande objetivo do Uberlândia Esporte ao longo do Campeonato Mineiro é conquistar umas das três vagas da competição para a Série D do Brasileiro. Para isso, o time precisará, no mínimo, garantir a sétima colocação para disputar a quarta divisão nacional somente em 2018, já que, para este ano, estão garantidos Villa Nova, Caldense e URT, equipes que conquistaram as vagas no ano passado. A única chance para este ano é caso aconteça desistências de algumas destas equipes. 
No ano passado, primeiro ano em que o Uberlândia retornou à elite do estadual, o time oscilou muito e frustrou a torcida. O time emplacou uma série de quatro vitórias nas cinco primeiras rodadas, chegou a liderar o Campeonato entre a quinta e a sexta rodada, mas nas seis rodadas restantes da fase classificatória acabou caindo drasticamente de produção, perdeu todos os jogos e por muito pouco não foi rebaixado para o Módulo II.  “Para que isso não se repita, não existe alternativa a não ser manter a linha de trabalho e não achar que está tudo bem. Eu posso garantir que o Uberlândia será um páreo duro para todas as equipes. Derrotas, caso vierem, serão vendidas muito caras”, afirmou Catanoce.

Ônibus novo

O Uberlândia Esporte Clube adquiriu um ônibus novo. Ele servirá para viagens da equipe no Campeonato Mineiro e também para os traslados do dia a dia de treinamentos. O veículo é do ano de 2001 e foi comprado da empresa Uditur, que vem prestando serviços ao Verdão há vários anos. O ônibus tem o valor de R$ 100 mil e será pago com recursos provenientes de ação de amigos do clube, eventos e  através de patrocínios que serão vendidos para colocação de espaços no mesmo.  Ainda esta semana, o veículo será plotado com as cores e logo do clube.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »