30/10/2017 às 05h45min - Atualizada em 30/10/2017 às 05h45min

Você sabe lidar com as críticas?

KELLY BASTOS | COLUNISTA

Olá, pessoal! Guardem isso: dominar as emoções é fundamental diante de comentários desagradáveis! Sabemos que receber críticas faz parte do dia a dia do ser humano. Seja no trabalho, em casa, na escola, na faculdade, ou até mesmo fazendo compras no supermercado. Mas, sabemos também que, todos nós, ou a grande maioria, tem dificuldade em aceitar e lidar com as críticas. Com o passar do tempo parece que nos tornamos primorosos em apontar os erros alheios, mas, quando o dedo vem na direção inversa, ficamos bem enfurecidos, magoados e podemos até não externar isso, mas logo damos uma resposta automática de defesa. Alguns comentários são construtivos, já outros, além de desanimar, fazem muitas pessoas perderem o controle.

Por que? Para entendermos melhor esse sentimento, nada melhor do que ouvirmos a nossa consultora e psicóloga, Eliana Alves Pereira.

Entendam melhor: Segundo a profissional, isso acontece "porque algumas palavras são tão duras e carregadas de maldade, que, quem ouve, chega a ficar irritada (o), deprimida (o), insegura (o) e muitos perdem até a paz de espírito". “Se você se entristece o que falaram de você conseguiu lhe ferir e a consequência disso é se isolar de todos. Se você fica com raiva acaba querendo vingança e fazendo aquilo que não queria. Se você se sente injustiçada (o), fica na defensiva e procura ouvidos para lhe ouvirem, o que acaba te levando a fazer o mesmo que aquela pessoa fez com você”, alerta a psicóloga. Ela recomenda que comentários que lhe fazem mal sejam totalmente ignorados. “Não precisamos responder a todas as críticas ou comentários maliciosos a nosso respeito, mas precisamos, sim, desprezá-los para o nosso próprio bem.”

De acordo com Eliana, "precisamos, urgentemente, treinar o “como ouvir” para podermos dar uma resposta diferente". “Em muitas situações, o que as outras pessoas estão contando a respeito de nós e, em especial, aquelas que estão mais próximas (no entorno pessoal, profissional e social), tende a nos dar indícios importantes sobre os nossos comportamentos, sobre como estamos nos movendo no mundo". Ela chama isso de "placa de sinalização”. "Mas é preciso ter equilíbrio no que diz respeito a ignorar o que se ouve, pois algumas opiniões de terceiros nem sempre estão carregadas de maldade, mas podem nos ajudar a melhorar como pessoa. Em vez de deixarmos aquelas palavras nos ferirem, podemos tentar entender por que ela falou aquilo. Compreendê-la. É inteligente saber reagir quando alguém lhe fala antes de pensar.”

Para finalizar ela deixa um recado. "O segredo para não se deixar levar de forma negativa pelo que se ouve, é saber controlar os sentimentos, transformando a situação ruim em algo proveitoso". “Não tenha medo das críticas e repreensões. Elas nos fazem bem tanto quanto o elogio. Aceite e faça uma autoanálise. Somos todos tão falhos. Ter alguém que nos ajude a enxergar onde estamos errando é um privilégio e não um problema. E, mesmo que as críticas sejam injustas, ou com intenção de nos diminuir, extraia o que é bom”, conclui.

Leia Também »
Comentários »