07/08/2017 às 18h04min - Atualizada em 07/08/2017 às 18h04min

Praia/Nacional fora da final do interior

ALBERTO GOMIDE | COLUNISTA
Jogadores praianos retornam aos trabalhos esta semana / Foto: Divulgação

 

A primeira fase do Campeonato Mineiro de Futsal do Interior (adulto) teve 12 equipes em quatro grupos de três. Jogaram entre si nas chaves, em uma cidade-sede, sendo eliminado o último colocado de cada grupo. Os oito classificados seguem na competição e agora vão disputar as semifinais, em dois grupos de quatro, ficando classificados dois times de cada para a fase final, que terá os quatro jogando entre si, também em uma cidade-sede. A situação geral da primeira etapa ficou da seguinte maneira: Chave A – em Juiz de Fora: Tupi 1x1 Associação de Futsal Clarear Sandumonense de Santos Dumont, Nacional de Muriaé 8x2 Sandumonense e Nacional 2x2 Tupi. Saiu o Sandumonense; Chave B – em Itabira: Prefeitura de Itabira e Prefeitura de Três Corações ficaram classificados, sem jogar, diante da desistência do Sociedade Esportiva Amigos, de Teófilo Otoni; Chave C – em Pirapora: Taguatinga de Pirapora/Strix Sports Clube 1x3 Montes Claros Tênis Clube, Praia Clube/Colégio Nacional 2x1 Montes Claros e Praia/Nacional 1x3 Taguatinga de Pirapora. As três equipes terminaram o torneio de 3 pontos e no saldo de gols o Praia acabou sendo eliminado. Montes Claros +1, Pirapora 0, Praia –1; Chave D – em Comercinho: Prefeitura de Comercinho 5x4 Prefeitura de Cachoeira de Pajeú, Prefeitura de Padre Paraiso 6x4 Cachoeira de Pajeú e Padre Paraiso 8x5 Comercinho, saindo o Cachoeira de Pajeú. O experiente Macdovell disse ontem ao colunista que o grupo ficou triste com a não classificação do Praia Clube/Colégio Nacional, mesmo reconhecendo que o tempo de preparação foi muito curto e que o regulamento também foi prejudicial, para um torneio rápido como este. “Agora é dar continuidade aos trabalhos, conforme o projeto elaborado, e pensar no estadual mais no final do ano”, disse.

 

Homenagem para o Prof. Alberto

O uberlandense Alberto Martins da Costa, hoje residindo em Santos (SP), diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), estará nesta semana em Uberlândia, onde receberá homenagem na Câmara Municipal, às 10h desta quinta-feira, por indicação do vereador Baiano, quando lhe será outorgada Moção de Aplauso pelos relevantes serviços prestados ao paradesporto de Uberlândia e de todo o Brasil. Entre as inúmeras citações sobre Alberto Martins, ele ocupou o cargo durante os ciclos paralímpicos para os Jogos de Londres-2012 e Rio-2016. A ida do uberlandense para o CPB foi escolha baseada no seu histórico e no conhecimento acerca do movimento paralímpico. Além de ser uma pessoa muito capaz, foi chefe de missão do Brasil em três Jogos Paralímpicos (Sydney-2000, Atenas-2004 e Pequim-2008), foi diretor técnico da IBSA (Federação Internacional de Esportes para Cegos), e é muito respeitado no meio acadêmico. Alberto Martins, no CPB, é uma expectativa muito positiva e a certeza que ele fará um grande trabalho e conduzirá o Brasil a uma bela campanha em Tóquio. O paratleta Rodrigo Parreira da Silva, da APUV, também receberá homenagem, por indicação do vereador Antônio Carrijo, pelas medalhas conquistadas no Campeonato Mundial e no Circuito Nacional de Atletismo.

 

Martins assume liderança no CCPIU

Com a vitória sobre o Carajás e com a derrota do Santa Mônica para o Detroit, o time do Martins assumiu a liderança do Torneio de Inverno promovido pelo Clube de Caça e Pesca Itororó, enquanto o até então líder Santa Mônica caiu para o quarto lugar. Já o MDS Advocacia, que havia conseguido apenas um empate, venceu a primeira partida no campeonato e subiu para o 10º lugar, deixando Carajás, Ipanema e Águia para trás. Segundo o coordenador Gilvan Guimarães, atendendo solicitação dos próprios clubes, esta semana não haverá rodada, devido ao feriado de Romaria na próxima terça-feira, dia 15, quando muitos romeiros viajam no sábado e no domingo, e até mesmo na segunda-feira, para a tradicional festa de Água Suja.

Relacionadas »
Comentários »