17/05/2022 às 08h00min - Atualizada em 17/05/2022 às 08h00min

Praianas vencem no vôlei de praia

ALBERTO GOMIDE
A cidade de Uberlândia deu sequência ao sediamento de grande eventos esportivos nacionais e internacionais. Na semana passada, além das finais da Superliga de Vôlei Masculina e do Sul-Americano de Vôlei Feminino, sediou também o Sul-Americano de duplas de Vôlei de Praia, todos alcançando sucesso absoluto e grande público. 

O Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia teve participação de 28 duplas (16 no masculino e 12 no feminino), de oito países (Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Uruguai) e foi o último torneio continental para classificar atletas para o Campeonato Mundial, em junho, na Itália. No masculino, o Brasil foi representado pelas duplas André e George e Bruno e Saymon, e no feminino, por Duda e Ana Patrícia (bicampeãs mundiais) e Elize e Thamela. 

Após seis etapas na luta pelo título, o Brasil brilhou na final e a dobradinha do país ficou por conta de André e George, e Ana Patrícia e Duda (foto), que derrotaram, respectivamente, Marco e Estevam Grimalt, e Elize Maia e Thâmela. Com as conquistas, o Brasil segue liderando o ranking da modalidade, e a etapa que definiu a temporada 2021/2022 foi realizada de 12 a 14 nas quadras do Praia Clube. Apenas a dupla com melhor desempenho na etapa soma pontos para o seu país. 

A etapa em Uberlândia contou pontos para o ranking que define os participantes do Campeonato Mundial de Roma (Itália), principal competição de vôlei de praia da temporada, que acontece de 10 a 19 de junho. Cada país classifica até quatro duplas de cada gênero que estiverem entre as 25 primeiras do ranking da Federação Internacional. 

NOVO RECORDE DE 
GABRIEL BANDEIRA 

O grande nome do Campeonato Brasileiro de Natação Paralímpica foi Gabriel Bandeira, do Praia Clube de Uberlândia. O nadador da classe S14 (para atletas com deficiência intelectual) quebrou o recorde mundial dos 100m borboleta na sexta-feira com um tempo de 54s18. Atual campeão paralímpico da prova, Gabriel ganhou sua sexta medalha neste Campeonato Brasileiro com a vitória nos 100m borboleta. Na sexta, no CT Paralímpico, em São Paulo, o atleta do Praia Clube conseguiu melhorar os 54.76 que havia feito quando ganhou o ouro nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. Ele ainda superou o antigo recorde mundial, que pertencia ao britânico Reece Dunn com 54.46. Gabriel Bandeira conquistou seis medalhas nesta edição do Campeonato Brasileiro de Natação Paralímpica. Foram cinco ouros e uma prata. Outro grande resultado de Gabriel veio nos 100m costas, onde conseguiu um tempo de 58s74, novo recorde das Américas na classe S14. 

ATLETAS ENTRE OS 
MELHORES DO PAÍS 

Três atletas da equipe criada no ano passado, por meio de uma parceria entre a Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) e o Praia Clube, estão entre os melhores do país no Ranking da Confederação Brasileira de Atletismo 2022, atualizado na semana passada. João Pedro Barbosa, 15 anos, está no 2° lugar na prova de 1.000 metros rasos na categoria sub-16; Luiza Viana, 14 anos, no 3º lugar na prova de 75 metros rasos na categoria sub-16 e Marco Túlio Silva, 18 anos, no 4º lugar na prova de 1.500 metros rasos e em 5º na prova de 800 metros rasos na categoria sub-20. Desde que a equipe Futel/Praia Clube foi criada, em agosto do ano passado, os atletas alcançaram o pódio nas principais competições de atletismo disputadas em 2021 e 2022, como a Copa Minas Categoria Adulto (uma medalha de ouro e uma de prata pelo atleta Marco Túlio Silva) e o Campeonato Estadual Loterias Caixa de Atletismo Sub-20 (duas medalhas de ouro pelo atleta Marco Túlio Silva). O resultado alcançado por João Pedro, Luiza e Marco Túlio no Ranking da Confederação Brasileira de Atletismo tem ligação direta com o trabalho desenvolvido pela Futel, que oferece aos atletas toda a estrutura necessária para treinamento (como a pista de atletismo e a academia do Sesi Gravatás) e disponibiliza profissionais de educação física para acompanhá-los e instruí-los em treinos e provas. “Os três estão em uma ótima fase e, com certeza, continuarão representando Uberlândia muito bem em importantes competições, sempre com excelentes resultados”, disse o coordenador de atletismo da Futel, Robson da Silva Medeiros. 


*Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Leia Também »
Comentários »