25/05/2021 às 08h20min - Atualizada em 25/05/2021 às 08h20min

Dos estaduais para o Brasileiro

ALBERTO GOMIDE
Foto: Divulgação
O futebol brasileiro fechou no último final de semana a fase dos campeonatos estaduais. Agora, já neste final de semana, iniciam-se os brasileiros das séries A, B, C e D. Em Minas Gerais, com dois empates sem abertura de contagem contra o América, o Atlético sagrou-se campeão, com vantagem por ter melhor campanha. No Rio, como já era esperado, o Flamengo foi campeão, superando o Fluminense com o empate em 1x1 e vitória de 3x1.
 
Em São Paulo, após empate de 0x0 no primeiro jogo, o São Paulo fez 2x0 sobre o Palmeiras e sagrou-se campeão. No Rio Grande do Sul, deu Grêmio, que venceu o Internacional o primeiro jogo por 2x1 e empatou o segundo em 1x1. Em Goiás, o Grêmio Anapolina conquistou o seu primeiro titulo daquele estado, empatando nos dois jogos em 1x1 contra o Vila Nova e vencendo por 5x4 na cobrança de penalidades. Nas semifinais eliminou o Atlético Goianiense.

O principal artilheiro do Campeonato Mineiro este ano foi Rodolfo José da Silva Bardella, do América, com 7 gols (foto). Na cobrança de uma penalidade na partida de sábado, chutou na trave, perdendo a maior chance de gol que poderia dar o titulo ao América.
 
Este ano foi realizada a edição de número 106 do Campeonato Mineiro, desde 1915. O Atlético é o maior campeão da história do Campeonato Mineiro, com 46 títulos, sete a mais que o Cruzeiro (39), segundo colocado. Logo abaixo está o América, com 16 conquistas. Villa Nova (cinco), Siderúrgica (dois), Ipatinga e Caldense (um, cada) são os outros clubes vencedores do Estadual.
 
O primeiro campeão estadual foi o Atlético; o América é o clube que conquistou mais títulos consecutivos, 10 vezes, de 1916 a 1925. O Cruzeiro foi campeão pela primeira vez em 1928, quando ainda chamava-se Palestra Itália. Em 1942, o Palestra Itália foi obrigado a mudar de nome, e por isso passou a chamar-se Cruzeiro Esporte Clube. Ainda como Palestra Itália o Cruzeiro foi vice-campeão seis vezes consecutivas, de 1922 a 1927.
 
FUTSAL DO BRASIL FICA COM O VICE
 
O Campeonato Sul-Americano de Clubes de Futsal, também conhecido popularmente como Copa Libertadores da América de Futsal, é uma competição da modalidade disputada pelos melhores clubes da América do Sul e é organizado pela Conmebol desde 2002. O torneio foi realizado com 12 equipes, no Uruguai, em Florida, de 15 a 22 de maio, e teve participação de dois clubes brasileiros: Associação Carlos Barbosa de Futsal (RS) e Sport Club Corinthians Paulista (SP).
 
Na primeira fase, em três grupos, pelo regulamento da competição, classificaram-se às quartas de final os dois melhores colocados de cada chave, além dos dois melhores terceiros. Em 2020, a Libertadores de Futsal não foi realizada em função da pandemia do novo coronavírus. Os participantes: Grupo A: Carlos Barbosa (Brasil), Universitário (Peru), San Lorenzo (Argentina) e Sportivo Bocca (Equador); Grupo B: Corinthians (Brasil), Peñarol (Uruguai), Delta Te Quiero (Venezuela) e Projecto Latín (Bolívia); Grupo C: Cerro Porteño (Paraguai), Alianza Platanera (Colômbia), Universidade de Chile (Chile) e Nacional (Uruguai).

O Carlos Barbosa chegou ao campeonato com o status de atual campeão, já que levantou o troféu em 2019. Pelo regulamento da Libertadores de Futsal, o vencedor da edição anterior tem vaga automática no torneio. Já o Corinthians conseguiu a vaga ao vencer o Magnus/Sorocaba em maio. O Timão conquistou a Supercopa do Brasil em 2020, e o time do interior paulista faturou o mesmo torneio este ano, o que obrigou a CBFS (Confederação Brasileira de Futsal) a realizar um cruzamento entre os dois clubes para definir o representante brasileiro na Libertadores deste ano.
 
Na grande final, Carlos Barbosa e San Lorenzo fizeram um grande jogo e empataram em 3 a 3, com vitória de 1 a 0 do time argentino na prorrogação, ganhando o primeiro titulo da competição para o futsal da Argentina.
 
Campanha do Carlos Barbosa: 9x0 Sportivo Bocca, 3x1 Universitário e 1x0 San Lorenzo (primeira fase); 3x0 Peñarol (quartas de final); 4x0 Delta Te Quiero (semifinal); 3x4 San Lorenzo (final).
 
Campanha do Corinthians: 1x0 Peñarol, 9x1 Proyecto Latin e 1x1 Delta Te Quiero (primeira fase); 3x0 Universitário (quartas de final); 1x2 San Lorenzo (semifinal); 1x3 Delta Te Quiero (pelo 3º lugar).
 
A Taça Libertadores da América de Futsal é realizada desde 2000. Carlos Barbosa e Jaraguá são os maiores campeões, com seis títulos cada. Vencedor em 2016, o Cerro Porteño, do Paraguai, e agora o San Lorenzo da Argentina, são únicas equipes de fora do Brasil a faturar o título. Além de 2020, a Libertadores não foi realizada nos anos de 2010 e 2012.

 
Este conteúdo é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
 
Relacionadas »
Comentários »