17/02/2021 às 09h00min - Atualizada em 17/02/2021 às 09h00min

​O Flamengo e o medo do Rogério Ceni

ADRIANO SANTOS
DIVULGAÇÃO
Todo mundo sabe que dentro de quatro linhas o Flamengo é bem superior ao Internacional, o time carioca é mais caro, e vem de grandes títulos na temporada 2019 que não acabou 2020.

A comparação de nomes, salários com Internacional é gigantesca, veja que o Inter não é um time qualquer, há anos é de maneira equilibrada e faz sua gestão efetiva como potência do Sul. Dentro de campo, não tem favorito, números não jogam, o Flamengo tem apenas um problema, Rogério Cenni.

O Flamengo é uma incógnita, mas o Internacional é a melhor sequência dos últimos 10 jogos do Campeonato Brasileiro, Inter do Abelão, bateu Boca dentro da Argentina, Internacional do melhor ataque, do jogo onde será a final do Campeonato Brasileiro.

O Internacional faz o jogo perfeito, nos últimos 10 jogos sempre tem menor posse de bola, mas vence seus adversários, nos últimos 16 do Flamengo, sempre teve a maior posse de bola, apenas contra o Grêmio no final da partida o rubro negro não obteve a maioria da posse de bola.

O Internacional na prática vence sem dominar o jogo, e o Flamengo assusta mesmo dominando o jogo, o Flamengo erra muitos gols, e o Inter usa muito a bola de cabeça. O Inter venceu as últimas 9 partidas sem sequer 50% de posse bola, o Flamengo contra o Ceará perdendo de 2x0 teve 60% de posse de bola.

O Flamengo adora a posse de bola, o Internacional adora um contra ataque. Quando a torcida do Flamengo pegou no pé do Abel quando era técnico do Flamengo, Abel saiu com 61% de aproveitamento, mas sempre atuando pelos contra ataques, algo que parece não combinar com o Flamengo.

Duelo de estratégias, duelo de paixão, o campeonato sendo decidido até a última rodada. E agora, como será Rogério Cenni, com as trocas e exposições defensivas, as substituições de garotos que são expostos, a paixão pelo Vitinho e Pepe, que quase sempre se compromete.

O time não confia no Cenni, o Internacional não tem a zaga titular, o empate decreta o título no Sul. O São Paulo vem correndo por fora, precisa de um milagre, mas tratando de futebol, milagres acontece.

Lembrando que o Campeonato Brasileiro termina em 2021, e começa outro em 2021, nos últimos anos as rivalidades estão totalmente diferentes, Palmeiras, Flamengo, Internacional, Grêmio e Atlético Paranaense estão no top 10 no Brasil.
Essa rivalidade veio pra ficar, Flamengo e Internacional são demonstrações de força, haja coração.

O Cenni adorava jogar como Abel joga no Fortaleza e agora precisará de pensar nos pontos fracos e fortes para sonhar com título, lembrando que o Rogério tentará seu primeiro título de expressão como técnico, e isso felizmente lhe trará outro patamar no Brasil. Não será tratado como promessa.

Quebra-cabeça precisa ser montado, agora é hora de separar os Campeões e os Vices, jogão de Futebol.

Haja coração. Paixão Futebol. 



Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Relacionadas »
Comentários »