27/04/2017 às 09h35min - Atualizada em 27/04/2017 às 09h35min

“O homem nas trevas”

Rocky, Alex e Money são ladrões que ganham dinheiro invadindo casas de pessoas ricas em Detroit. Money fica sabendo sobre um veterano de guerra cego que ganhou muito dinheiro pela morte de sua única filha. Pensando ser um alvo fácil, o trio invade a casa isolada do homem em uma vizinhança abandonada. Após se verem presos lá dentro, os jovens invasores têm que lutar por suas vidas ao descobrirem que a vítima não é nada inofensiva.

Esta é basicamente a trama de "O homem nas trevas" que tem a produção executiva de Sam Raimi (“Homem-Aranha” e “A morte do Demônio”) e a direção do cineasta uruguaio Fede Alvarez (remake de “A morte do Demônio”) e que juntos fazem um bom trabalho com este novo filme. Primeiramente nos apresentando um bairro abandonado com casas desocupadas e até mesmo destruídas pelo efeito do tempo. Somos convidados a invadir a residência deste veterano de guerra cego juntamente com os personagens desta história. E quando os garotos entram na casa, sentimos o quão claustrofóbico serão os próximos minutos do longa. E tudo porque o diretor explora bastante o cenário nos mostrando os pequenos cômodos com grades e trancas nas portas e janelas.

O filme não é de terror, mas digamos que é aterrorizante. Com esse ambiente em que a narrativa se passa e com a ameaça constante de um velho cego que a princípio inofensivo, a produção nos dá um certo terror psicológico, daqueles que esperamos que a qualquer momento algo ruim aconteça. E para aumentar ainda mais essa aflição que o filme nos dá, temos uma forte trilha sonora que pulsa nas cenas mais apavorantes.

Para completar temos uma ótima atuação de Stephen Lang que rouba a cena desde o primeiro momento que aparece. Desiludido por causa da morte da filha, o personagem é apresentado de forma frágil, com uma deficiência física e um aspecto cansado, mas que à medida que a narrativa se desenvolve percebemos que nada é o que parece. Ele pode até não ser um "monstro" de um filme de terror, mas podemos compará-lo a muitos que já existiram diante da frieza que trata os invasores de seu lar. As perseguições que acontecem dentro daquela casa, especialmente quando as luzes se apagam, são de tirar o fôlego.

É claro que em alguns momentos, certas situações ficam exageradas, nos deixando um pouco indignados. Tem ainda alguns erros de continuidade, como na cena em que um dos garotos se encontra encurralado num quarto com grandes na janela, mas depois de ser atacado por um rottweiler atravessa essa mesma janela e cai sobre o vidro de um cômodo no andar de baixo. Outro erro é que a garota do filme tem a calça cortada entre as pernas por causa de uma situação do longa e quando ela está dentro de um carro tentando se esconder, a posição que ela se encontra mostra nitidamente que o jeans está intacto.

Tirando isso, e o rumo que o filme toma nos minutos finais que podem dividir a opinião do público, de uma forma geral "O homem nas trevas" agrada. Agora é esperar pelo segundo filme, que já foi anunciado.

Nota 7

Relacionadas »
Comentários »