24/12/2019 às 11h22min - Atualizada em 24/12/2019 às 11h22min

Direção da Band está próxima de botar a casa em ordem

FLÁVIO RICCO E JOSÉ CARLOS NERY
Para a Band, neste final de ano, a grande notícia é que a sua direção, tendo à frente o dono Johnny Saad, está conseguindo colocar as finanças da casa em ordem. Há muito lutando com dificuldades, fruto de decisões erradamente tomadas ao longo de anos, a readequação de todos os custos é um trabalho que ainda se desenvolve com cuidado e a maior seriedade. E se pretende levar até o fim, mesmo considerando o sacrifício que isso possa representar. Entre tudo que está sendo possível sanear, como um desafio dos mais importantes, sabe-se que a dívida do passado com a Globo, envolvendo direitos do futebol – oficiosamente se fala em R$ 200 mi acumulados, já foi paga em mais de 90%. Em abril será paga a última parcela. Um pesadelo, admite a sua direção, muito próximo do fim. E que tornará naturalmente interessantes e bem animadoras as perspectivas para os próximos tempos.

TV Tudo

A propósito
Na quarta e quinta passadas, em São Paulo, foi realizada a convenção da Rede Bandeirantes, com a presença de comercial e diretores das várias emissoras. Encontro para apresentação de números, apresentação dos avanços observados e perspectivas.

Em cima disso
Ainda como parte de todo esse processo que a Band vem passando, estão previstas também reorganizações internas, com mudanças e criações de novos cargos. Por exemplo: Cláudio Bianchini, com longa ficha de serviços prestados, irá assumir a Gestão da TV.

Vai acelerar
Neste 2020 que se aproxima serão intensificadas as produções de novelas bíblicas na Record. A ordem é não deixar espaço. Uma na sequência na outra e, se for o caso, exibir até duas simultaneamente.

Moda da casa
Há também o desejo de não limitar as produções religiosas apenas aos fatos mais distantes da Bíblia, mas também sair em busca de histórias mais recentes. Ou, preferencialmente, aquelas mais próximas ao que prega a Igreja Universal.

Hora da largada
Todos os setores da CNN Brasil serão ativados a partir do dia 2 de janeiro, iniciando preparação para o seu lançamento. Fosse no futebol, o “professor” classificaria como “apronto final”. A ordem é trabalhar como se o canal já estivesse em plena operação.

Ainda assim
Praticamente iniciando a parte final da sua montagem, a direção da CNN Brasil não deu por completamente encerrado o ciclo de contratações. Um dos seus responsáveis admite que ainda será necessário sair em busca de outras pessoas “para algumas posições”. Mas poucas.

Porchat vem aí
FOTO: GNT/DIVULGAÇÃO

Tudo afinado entre Fábio Porchat e o GNT para a próxima temporada do “Que História é Essa, Porchat?”. E, desta vez, com maior número de programas. A estreia será em abril e irá se encerrar só em dezembro. A deste ano começou em agosto.

E a ideia
Como programa, o próximo “Que História é Essa, Porchat?” não deve sofrer qualquer alteração. O formato atende inteiramente o que dele se espera, colocando a todos, apresentador, convidados e plateia muito próximos. A arena, que nem sempre funciona adequadamente na televisão, neste caso deu muito certo.

Já tem o próximo
“Greg News”, do Gregório Duvivier no HBO, já tem uma próxima temporada combinada. Serão mais 30 programas, na mesma linha dos anteriores, brincando, informando e atormentando a vida dos merecidos. Estreia em abril.

Mutação
FOTO: GLOBO/DIVULGAÇÃO

Logo no início de “Salve-se quem puder”, próxima das 19h na Globo, o Programa de Proteção à Testemunha levará as personagens Alexia (Deborah Secco), Luna (Juliana Paiva) (foto) e Kyra (Vitória Strada) a se transformarem em Josimara, Fiona e em Cleyde. Trocas de identidade e visual. Trabalho sob os cuidados das equipes de caracterização e figurino, lideradas por Sérgio Azevedo e Julia Ayres. Entre alonga, corta, pinta, clareia, escurece e trocas de estilo, teve de tudo um pouco.

Bate – Rebate
*Celso Zucatelli “tá em casa” na apresentação do “Balanço Geral” da Record. Experiência conta. E conta demais. Duro, no caso dele, deve ser acordar às duas da manhã.

*Ana Maria Braga vai seguir a mesma rotina. Férias regulamentares no comecinho do ano e depois continuar tocando de sempre. O “Mais Você”, na Globo, tornou-se um programa indispensável. É outro que atende inteiramente tudo o que dele se espera.

*Record vai continuar com a mesma política no seu elenco de novelas. Só para os indispensáveis serão mantidos contratos de longa duração. Quanto aos demais, e de acordo com as necessidades, serão chamados para obra certa.

C´est fini
Já são 95 países recebendo programas do canal infantil Gloob, do Grupo Globo. Como não poderia deixar de ser, o “D.P.A. – Detetives do Prédio Azul” é um dos produtos mais procurados.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!


*Esta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.








 
Relacionadas »
Comentários »