15/11/2019 às 08h00min - Atualizada em 15/11/2019 às 08h00min

Trinta vezes Taisa

CELSO MACHADO

A vida tem sido muito generosa comigo. Pela esposa e filhos que tenho. Pela família tão bonita. Pelos amigos queridos, pelos companheiros de jornadas, pelas oportunidades cada vez mais recorrentes, de me dedicar àquilo que gosto e que dá sentido a minha jornada. Pelos exemplos e orientações tão inspiradoras de pessoas especiais com quem tive e tenho o privilégio de conviver.
Pela cidade onde nasci e vivo, pelas outras tantas que tenho tido oportunidade de conhecer e voltar fazendo novas amizades e ampliar meu mundo. Por ter sempre para onde ir e melhor ainda pelo aconchego que me espera ao retornar.

Pelo meu temperamento e gênio; por gostar tanto de ouvir e contar histórias; de ter essa prosa mansa que abre portas e amplia relacionamentos. Pela saúde, que mesmo às vezes teimando em querer aprontar, no final me privilegia. Por ser grato a tantos e a tudo. Pela graça de estar vivo, ser quem sou, viver com quem convivo.

Tudo isso me faz feliz e agradecido. E, quando me vejo nos filhos, a gratidão se torna imensurável. É isto que sinto quando nossa filha Taisa, tão querida completa 30 anos. Que data linda para uma criatura tão linda. Tão bonita por dentro e por fora. Guerreira, às vezes um pouco teimosa, implicante. Questões do ser feminino.

Uma irmã muito carinhosa e cuidadosa do irmão. Atenciosa e zelosa com os tios, padrinhos, sobrinhas, avó, afilhada. Filha maravilhosa, tem um espírito de família agregador e solidário. Sempre muito carinhosa, amiga, disponível. Com disposição e iniciativa em servir que reflete muito bem sua essência de pessoa do bem.

Corajosa e destemida, não foge de desafios, nem se acanha em enfrenta-los publicamente. Com meiguice, charme e candura. Já passou por fases delicadas que conseguiu superar com garra e fibra. Suas habilidades são amplas e diversas. Apresenta, edita e dirige super bem vídeo produções. Nessa área é também uma produtora de mão cheia.

Sempre envolvida e envolvente está constantemente em diferentes atividades. Exímia cozinheira, tem uma disposição para preparar e produzir pratos que lembra muito a da sua vó paterna, dona Cacilda. Gosta e conhece muito de vinho. Entende, explica e nos ensina sobre harmonização e outros quesitos complicados que só os enólogos distinguem.

Disciplinada no quesito atividade física, cumpre diária e religiosamente essa missão de cuidar bem do corpo. Tem uma rara capacidade de fazer amizades nos ambientes que frequenta. O interessante é que nesse item consegue cativar desde crianças, jovens, adultos e muito particularmente, idosos.

Falar de filhos é abrir mão da isenção, mas é, acima de tudo abrir o coração. Quando ela completa essa idade marcante de 30 anos, motivos não nos faltam para comemorar, agradecer e reconhecer. E eles ainda vão continuar crescendo porque a nossa Taisa é única. Linda, maravilhosa, querida. Trinta vezes Taisa, trinta vezes nossa gratidão por a termos conosco.

*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.








 

Tags »
Relacionadas »
Comentários »