05/10/2019 às 08h15min - Atualizada em 05/10/2019 às 08h15min

Outubro rosa para os homens também

TÚLIO MENDHES

No ultimo dia 1º, segunda-feira, deu-se início mais uma vez ao movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, mundialmente conhecido como Outubro Rosa. Essa iniciativa nasceu em meados da década de 1990 através da “Fundação Susan G. Komen for the Cure”. O desígnio da campanha é bem claro. Compartilhar e promover referências para conscientizar todos a respeito do diagnóstico. Disponibilizando uma comunicação eficaz e acessível sobre infraestruturas, sistemas, ofícios, direitos ao tratamento adequado, contribuindo assim para a redução da mortalidade. Mundialmente são promovidas atividades como distribuição de materiais e demais recursos educativos e de comunicação, divulgando esclarecimentos em relação a elementos que favorecem percepções precoces do câncer de mama.

Quando o assunto é “prevenção ao câncer de mama”, automaticamente nossa consciência nos remete a proteção desse diagnóstico aos seios das mulheres. Sim, isso é bem mais que o normal. Contudo, o câncer de mama não afeta somente as mulheres. Os homens também podem “receber” o diagnóstico desse tipo de câncer. Ressaltando que câncer de mama em homens é algo raro, tanto que a chance de um homem ter a doença é uma em 1.000, ou seja, mais de 99% dos casos diagnosticados são em mulheres. Entretanto, o índice de mortalidade entre homens diagnosticados com câncer é bem maior que nas mulheres. O “SEER - Surveillance, epidemiology, and end results”, que é o Instituto Nacional de Câncer americano, estimou, entre 2008 e 2014, que homens com o câncer de mama têm a média de sobrevida de 5 anos.

É de extrema importância conhecer a diferença mais óbvia entre a mama masculina e a feminina. A primeira coisa é o tamanho. Afinal, eles têm menos tecido mamário, assim facilita a observação da existência de possíveis massas – tumores. Portanto, o a extensão da disseminação é um dos fatores mais importantes para o prognóstico do câncer de mama. Isto posto, o câncer de mama em homens naturalmente tende a ser um pouco menor, se comparado ao das mulheres, mas no momento do diagnóstico, ele geralmente já se disseminou para os linfonodos e tecidos adjacentes.

Tal e qual as mulheres, os homens precisam realizar a prevenção e exames, pois o surgimento de tumores pode ser primordial para investigar a possibilidade da existência, através do histórico familiar ou mutações num gene cientificamente conhecido como BRCA, cuja função é justamente impedir o surgimento de tumores por meio da reparação de moléculas de DNA danificadas. Infelizmente, mesmo com todo o avanço tecnológico e científico, ainda não se estudou rastrear esses tumores através de mamografias e ultrassom. Se existir a presença de nódulos, aí sim realiza-se os procedimentos através do ultrassom ou mamografia. Ou seja, a prevenção do câncer de mama nos homens fica defasada. Portanto, todos os homens que têm um alto risco para o câncer devem discutir o assunto com seu médico.

Falando em médico, o instante da evidenciação de um câncer é indefinidamente perturbador na vida do paciente, e nessa fase, médico e paciente devem aplicar o direcionamento genético idealizando o melhor método de tratamento. Mas o que é esse aconselhamento genético? É um método que consiste numa investigação fundamentada nas conclusões do sequenciamento, histórico familiar, da mesma forma que leva em atenção o modo de vida do paciente. Por conseguinte, é latente estipular o mais favorável método para precaução da proeminência, do tumor, que passa por uma deliberada atenção multidisciplinar. Pois bem, atualmente contamos com muitas terapias que atacam eficazmente o tumor, preservando o estado clínico dos pacientes, o que diariamente vem transformando o câncer em uma doença perfeitamente tratável e com probabilidades promissoras aos pacientes.
 
Até a próxima!

*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »