07/08/2019 às 08h10min - Atualizada em 07/08/2019 às 08h10min

Check – up periódico: uma decisão que pode salvar vidas

ELAINE ALCÂNTARA | DIRETORA GERAL DA ITMS DO BRASIL

O check-up é uma avaliação médica de rotina associada a exames específicos de acordo com idade, sexo e histórico pessoal e familiar. O diagnóstico precoce é fundamental para o êxito no tratamento. Ou seja, tudo que é descoberto no início é mais fácil de ser tratado. Os exames para identificação prematura de doenças estão cada vez mais modernos, ágeis e acessíveis. Outro ponto importante é que todo paciente precisa ficar atento ao seu histórico familiar e aos diferentes sinais emitidos pelo seu corpo.  Não há restrição de idade para esta prática, mas a partir dos 40 anos, mesmo sem nenhum sintoma, homens e mulheres devem procurar uma clínica especializada para uma avaliação geral e criteriosa. Pessoas com histórico familiar de doenças cardiovasculares ou câncer podem procurar um médico para investigar o problema, mesmo antes dos 40 anos.

A maioria das clínicas que oferece o serviço procura concentrar todos os exames em um dia só. É claro que o cliente pode planejar um check-up separadamente, mas isso pode levar mais tempo, semanas, para fazer. Um check-up executivo pode ser muito rápido, com uma investigação completa por um grupo de especialistas em apenas uma manhã!
 
Como anda sua saúde?
Segundo dados de 2018 do Ministério da Saúde, um em cada três brasileiros não têm o hábito de ir ao médico regularmente, o que é preocupante.

A situação fica ainda mais séria se o paciente for do sexo masculino. Estudos demonstram que os homens são mais resistentes do que as mulheres quando o assunto é cuidar de seu bem-estar e saúde, e para mudar este cenário o Ministério da Saúde lança programas para incentivar hábitos saudáveis e exames preventivos.

Entretanto, a cultura de prevenção e promoção de saúde ainda não é tão difundida e as pessoas recorrem aos hospitais quando a situação já é grave.

Estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que as doenças cardiovasculares ainda lideram o número de mortes no mundo, o que poderia ser evitado com importantes exames de prevenção, como eletrocardiograma e o mapa da pressão arterial.
 
Bons hábitos: a sua saúde agradece
Cultivar hábitos saudáveis é importante. Alimentação de qualidade, não fumar, manter-se no peso ideal, praticar atividade física regular, dormir bem e diminuir o estresse diário, diminuem as chances de o paciente desenvolver problemas de saúde. Atualmente, é muito discutido e divulgada as práticas regulares de atividades como a meditação. Se para algumas pessoas a meditação está culturalmente associada à espiritualidade, para a medicina, há mais de 30 anos, a técnica vem sendo estudada e utilizada na promoção da saúde e como abordagem terapêutica para inúmeras doenças. Isso porque a meditação é um exercício cerebral consciente. A questão é que o foco precisa ser sempre no bem-estar integral do indivíduo. É preciso considerar o equilíbrio do corpo e da mente, entendendo a integralidade do ser humano.
 
Autocuidado e tecnologia
A tecnologia aliada à medicina pode contribuir muito nesta luta por uma cultura de prevenção em saúde, e a Telemedicina é uma parceira importante para avaliação da saúde da população. A tecnologia tem o papel primordial de apoiar e auxiliar o homem em suas atividades diárias, nos seus desafios. Ajudar a solucionar problemas, encontrar caminhos mais simples, mais velozes, mais efetivos. Com o uso inteligente e eficaz dos recursos tecnológicos a telemedicina possibilita diagnosticar, prevenir e promover a saúde das pessoas, além de proporcionar uma visão estratégica da saúde populacional de qualquer região. Ela chega em locais de difícil acesso aonde há carência de médicos especialistas para o atendimento da população. Com a Telemedicina é possível ganhar tempo. Um tempo fundamental e muito valioso que pode ser definitivo para salvar vidas.

*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.

Tags »
Relacionadas »
Comentários »