16/06/2019 às 08h00min - Atualizada em 16/06/2019 às 08h00min

Radar Diário

TANIA MALAMUD
CAMINHO DA ROÇA
A marca uberlandense Lelê Petit, de roupa infantil, despachou mais de 1.000 vestidos caipiras para todo o Brasil neste início de junho. As peças foram encomendadas pela internet assim que lançadas. Por isso, as irmãs e sócias Renatta e Kamilla Gratton –  que há três anos iniciaram a confecção de vestidos nos tamanhos seis meses a oito anos para o dia-a-dia e também para festas, incluindo as juninas – focam nas vendas pelas redes sociais.

“Assim como as decorações de Natal são reservadas com antecedência, nossos vestidos para as festas juninas são encomendados via internet bem antes das festas começarem. Por isso, em maio já temos que estar com estoque para despachar diferentes tamanhos, em modelos exclusivos para todo o Brasil”, conta Renatta Gratton, diretora comercial.

Com clientes famosos como as gêmeas do cantor Luciano (da dupla com Zezé de Camargo) e Sheila Mello (vestido para a Sheila e para a filha dela), filhas do Leandro, do KLB, entre outros, o destino da maior parte das encomendas é São Paulo, mas há pedidos de todo o País. “Temos clientes até do Nordeste, onde pesquisamos trajes, pois lá o forró de São João tem grande força artística e cultural”,  explica a estilista Kamilla Gratton, já com planos para ampliar a produção para a próxima época de festejos, em 2020.
 
 
SANTANDER RENOVÁVEL
Na semana Mundial do Meio Ambiente, o Santander Brasil tornou-se a primeira instituição financeira do País a assumir o compromisso de utilizar energias renováveis em 100% de sua operação. A meta deverá ser cumprida nas 2.286 unidades de atendimento, em todo o País, até o fim de 2021. Até 2025, o Banco será renovável em todas as suas operações, o que inclui os prédios administrativos e o centro de processamento de dados – o Data Center de Campinas (SP).

 “Seremos 100% renováveis, e isso é parte de uma agenda de responsabilidade socioambiental ainda maior, que passa pela adoção de boas práticas em todas as nossas operações e relações com funcionários, clientes, fornecedores e a sociedade”, afirma o presidente do Santander Brasil, Sérgio Rial. “Mais do que números, estamos comprometidos com princípios, que são inegociáveis, de atuar de forma sustentável.”

Ainda neste ano, 30% das agências serão abastecidas por energia limpa, e o percentual será elevado para 70% já em 2020. O índice já chega a 100% na rede de atendimento de Minas Gerais, enquanto no Rio de Janeiro, é de cerca de 70%. Atualmente, apenas 17% deste consumo é suprido por fontes alternativas, como solar, eólica, pequenas hidrelétricas e biogás de aterros sanitários.

O compromisso se soma às ações realizadas nos últimos anos para tornar a operação mais eficiente, rentável e conectada às demandas da sociedade, que espera que as empresas gerem menos impacto sobre o meio ambiente, independentemente do setor de atuação. Desde 2015, o Santander reduziu em 25% o consumo de energia, e em 79% o consumo de água, o que já colaborou para uma redução de 33% no volume de emissões de gases de efeito estufa da atividade. Estes indicadores impactam positivamente os custos e o resultado financeiro das agências.
 
UMA DAS MELHORES PARA AS MULHERES
Pela quarta vez, a indústria farmacêutica americana Bristol-Myers Squibb, com sede em São Paulo, é eleita uma das melhores empresas para as mulheres trabalharem no Brasil. A empresa alcançou a posição de 3° no ranking Melhores Empresas para Trabalhar – Mulher, na categoria médio porte, promovido pelo Great Place to Work (GPTW).

As mulheres representam 63% dos cargos de liderança e 60% da força de trabalho total da companhia, sendo que a empresa tem o desafio de trazer a representatividade feminina em cargos, inclusive, comerciais – área em que historicamente predominou a participação masculina. “Em um ano, passamos de 20% para 42% de representatividade nesses cargos específicos. Cada vez mais a iniciativa de Diversidade & Inclusão se torna um diferencial competitivo para a BMS, porque ela faz parte do nosso dia a dia, das nossas atividades e, principalmente, dos nossos valores”, comenta Jennifer Wendling, diretora de Recursos Humanos da BMS.

A iniciativa Diversidade e Inclusão (D&I) é um dos temas prioritários na cultura organizacional da empresa. Globalmente, a BMS fomenta oito grupos focados nesta discussão – os chamados PBRGs – People & Business Resource Groups. Com um direcionamento global, esses grupos atuam localmente com o mesmo compromisso: promover uma força de trabalho globalmente diversificada e uma cultura que se estenda por toda a companhia, que encoraje a excelência, liderança, inovação e proporcione equilíbrio entre nossas vidas pessoais e profissionais.

Na BMS Brasil, o grupo B-NOW é responsável pelas ações de igualdade de gênero, com o objetivo de engajar os colaboradores alevantarem ideias e discussões com base em equidade e sustentabilidade como uma vantagem competitiva e, ao mesmo tempo, inspirar e promover o desenvolvimento das mulheres no local de trabalho. 
 
SINAL VERDE
Começou a operar na última semana a primeira plataforma white label (“bandeira branca”) do disputadíssimo mercado de pagamento automático de pedágio brasileiro. Desenvolvida pela startup Greenpass, a plataforma tem um “chip de pedágio” com cobertura nacional chamado Taggy — é ele que aparece nas placas na estrada —, mas vai ser comercializada por bancos e meios de pagamento parceiros com marca própria. O C6 Bank, novo banco brasileiro que tem lançamento previsto para os próximos meses, já está distribuindo aos seus primeiros clientes o C6 Taggy, sua versão personaliza da do chip da Greenpass. A instituição oferece o dispositivo de graça e não cobra nenhuma mensalidade ou taxa de adesão. O pedágio é debitado direto na conta corrente do cliente.

Nos próximos meses outros dois bancos digitais e quatro meios de pagamento vão entrar no jogo com a plataforma Greenpass e taxas a partir de R$ 6. A meta é atingir 2 milhões de usuários em dois anos. Em disputa está um mercado que movimenta R$ 19 bilhões por ano em pagamentos de pedágio.

Agora, a Greenpass muda o rumo do que parecia uma disputa restrita a pesos pesados com uma plataforma plug and play 100% em nuvem, que funciona como passaporte de entrada para os demais bancos e meios de pagamento que não teriam nem escala nem tempo (pelo menos 24 meses) para montar do zero uma operação concorrente. Como o custo de desenvolvimento é da Greenpass, o C6 Bank gastou com integração e compra de Taggys uma fração ínfima dos cerca de R$ 470 milhões despendidos pelos concorrentes tradicionais nos últimos cinco anos para ter em três meses o mesmo serviço.
A Greenpass não vai vender nem planos nem tags. Segundo João Cumerlato, que fundou a startup há 18 meses com seu sócio Carlo Andrey Gonçalves, a plataforma da Greenpass e o Taggy vão revolucionar o mercado de pagamento automático de pedágio. “As empresas tradicionais do mercado cuidam de toda a cadeia da operação, desde a operação de pedágio até o marketing, vendas e o gerenciamento de um meio de pagamento que só serve para abrir cancela. O resultado é que a taxa de serviço fica cara”, diz Cumerlato.
 
DANÇA DAS CADEIRAS
A Cargill Nutrição Animal anunciou a contratação de Fábio Erthal, que atuará como gerente de negócios de poedeiras em todo o Brasil.
 
 
BLACK BEEF  VEGANA
A Black Beef acaba de anunciar uma parceria com a foodtech Fazenda Futuro, que irá fornecer o hambúrguer vegetal para o novo lanche da casa. Com gosto, cheiro e textura de carne, mas sem proteína animal.
Por aqui, a rede conta com uma unidade na Avenida Rondon Pacheco.
 
ARAGUARI RECEBE APORTE
Até o fim de 2020, Araguari receberá aporte de R$ 5 bilhões em investimentos. Os aportes serão da LD Celulose, em nova fábrica, e da chinesa LongPing High-Tech para a instalação de planta de beneficiamento de semente de milho.
 
NOVO CENTRO DE CONVENÇÕES
 
Uberlândia receberá investimento de cerca de R$ 20 milhões na construção de um centro de convenções. A expectativa é que a obra da Gaudium Eventos, a Gaudium Hall, fique pronta até o final do primeiro semestre de 2020.
 
ALGAR TECH CONTRATA
 
Pessoas com facilidade de comunicação, negociação, argumentação e persistência têm o perfil ideal para as 200 vagas abertas na Algar Tech - multinacional brasileira especializada em gestão do relacionamento com o cliente, ambiente de tecnologia e serviços de telecom. O processo seletivo vai até o dia 20 de junho.
 
FUSÃO
A Sonae Sierra Brasil e a Aliansce Shopping Centers anunciaram a conclusão do acordo para potencial fusão de suas atividades. Da união, resultará a maior empresa do país em número de shopping centers sob gestão: Aliansce Sonae Shopping Centers S/A. A nova Companhia permanecerá listada no segmento do Novo Mercado da B3.
 
ATACADÃO INAUGURA EM UBERABA
O Atacadão inaugurou sua primeira loja de autosserviço em Uberaba. Com a abertura, a rede atinge a marca de 173 unidades de autosserviço no Brasil, distribuídas por todos os estados, sendo seis delas no estado de Minas Gerais, onde a rede também opera um atacado de entrega.
 
 
99 MAIS SEGURA
A 99, empresa brasileira de transporte urbano, acaba de lançar um pacote de funcionalidades para aumentar os níveis de comodidade e proteção da plataforma. O aplicativo passa a disponibilizar a opção de o passageiro adicionar paradas na mesma viagem e também notifica o motorista sobre usuários frequentes.
 
FESTA JUNINA
A rede Assaí Atacadista de Minas Gerais estima aumento de 15% nas vendas dos itens para Festas Juninas, na comparação com o mesmo período do ano passado.
 
INADIMPLÊNCIA
Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo SPC Brasil revelam que, em média, as dívidas em atraso dos inadimplentes superam em mais de três vezes o salário mínimo atual do país. De acordo com o indicador, o inadimplente brasileiro encerrou o último mês de maio com uma dívida média de R$ 3.239,48, somando todas as pendências em seu nome.
 
AÇOUGUE GOURMET
Juntos, a Friboi e o Grupo Pão de Açúcar abriram na capital paulista seu primeiro açougue "gourmet”. O objetivo é atrair os clientes das butiques de carnes para os supermercados do Pão de Açúcar.
 
RECUO
O indicador de custos industriais recuou 1% no primeiro trimestre deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado.  O indicador é calculado pela CNI, Confederação Nacional da Indústria
 
SAFRA PODE BATER RECORDE
Dados da Conab, Companhia Nacional de Abastecimento, apontaram que a safra brasileira de grãos 2018/2019 pode chegar a 238,9 milhões de toneladas, um crescimento de 4,9% comparado à colheita anterior. A informação confirmando, o resultado representa um novo recorde, superando em cerca de 100 mil toneladas 2016/17.
 
NUBANK CHEGA À ARGENTINA
A startup brasileira pioneira no segmento de serviços financeiros Nubank acaba de abrir uma filial na Argentina. Em comunicado, a empresa afirma que vai “oferecer serviços financeiros totalmente digitais e desafiar a complexidade do sistema bancário”.
Atualmente, de São Paulo, a startup conta 13 pessoas na operação.



*O conteúdo desta coluna é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Diário de Uberlândia.
Tags »
Relacionadas »
Comentários »