16/04/2019 às 08h45min - Atualizada em 16/04/2019 às 08h45min

Resenha esportiva

ALBERTO GOMIDE
PRAIA/NACIONAL É ‘BI’ DA TAÇA BRASIL
 
Foi disputada no período de 07 a 13 deste mês, em Recife (PE), a 11ª edição da Taça Brasil de Clubes de Futsal Sub-17 – Divisão Especial. Das 13 equipes confirmadas na tabela, duas desistiram de última hora: Vitória (BA) e Cruzeiro (RS). Com as desistências, a Confederação mudou de três para dois grupos e também a formação dos mesmos, ficando assim: Chave A – Madureira (RJ), Escolinha Carlinhos Fraga (PB), São José Catarinense (SC), ABC Paulista (PE) e COPM do Pará (PA); Chave B – Praia Clube (MG), Curumim Tourense – Cadet (RN), Instituto Filadélfia Londrina (PR), Associação Limoeirense (CE), Associação Marroia (TO) e Sport Recife (PE). Jogaram entre si nos grupos e os dois primeiros de cada foram para as semifinais: Madureira (RJ) e São José Catarinense (SC) no A, Praia Clube (MG) e Sport Recife (PE) no B. O Praia Clube/Colégio Nacional passou a fase preliminar com aproveitamento de 100%, obtendo cinco vitórias: 4x0 Curumim Tourense – Cadet (RN), 3x2 Instituto Filadélfia Londrina (PR), 3x1 Associação Limoeirense (CE), 10x0 Associação Marroia (TO) e 2x0 Sport Recife (PE). Nas semifinais se enfrentaram Praia Clube 4 a 0 no São José Catarinense, e Sport Recife 2 a 1 no Madureira. Na decisão, contra o anfitrião Sport Recife, o Praia Clube/Colégio Nacional foi implacável e conquistou o bicampeonato com goleada de 5 a 1, gols de Neto (2), Washington, Natan e Hugo, enquanto o artilheiro Deyvison, 9 gols, do Sport, marcou para os vice-campeões. Foi uma campanha irretocável do time dirigido pelo técnico Marcelo José Duarte, o Morcego, com aproveitamento de 100%. Foram realizados 28 jogos e marcados 171 gols; o Praia teve ainda o melhor ataque e a melhor defesa, além do prêmio fair play. "Estávamos treinando em Uberlândia com a base saindo de cinco em cinco minutos. Era uma estratégia boa, mas os atletas pediram para fazermos de três em três minutos e deu certo na competição. Sem desmerecer o Sport, que tem uma grande equipe, mas o nosso plano foi eficiente e venceu a equipe que estava mais descansada. Foi uma grande conquista", disse o técnico Morcego.
 
CAMPINA VERDE ASSUME A LIDERANÇA
 
Com dez rodadas realizadas, o campeonato da Liga Nacional de Truco tem o Santa Rita, representante de Campina Verde, como líder da competição, com 25 pontos, oito vitórias, um empate e uma derrota, mesma campanha do Internacional de Araguari, que fica em segundo lugar pelos critérios de desempate. Até o momento, o Luizote de Uberlândia se mantém na última colocação, com 10 jogos e 10 derrotas. Das 16 equipes, as 8 melhores da fase seguem nas disputas. A classificação está assim: Santa Rita e Internacional 25 pontos, São Benedito de Uberaba e Independente de Uberlândia 24, Minas de Araguari 21, Colorado de Uberaba 20, Ypiranga de Uberlândia 19, Três de Ouro de Uberlândia 13, Az de Ouro de Tupaciguara, Itumbiara e Operário de Uberlândia 10, Santa Maria e Independente, ambos de Uberaba, com 9, Rey de Ouro de Itumbiara 8, Coringão de Catalão 7, e o Luizote que ainda não pontuou.
Tags »
Relacionadas »
Comentários »