10/01/2018 às 16h39min - Atualizada em 10/01/2018 às 16h39min

Luto

ADEMIR REIS | COLUNISTA
Foto: Arquivo Pessoal

Foi sepultado, no final da manhã de hoje, em Uberlândia, o corpo do líder estudantil e assessor político Joãozinho Terra Nova, 42, que morreu na terça-feira (9), vítima de uma parada cardiorrespiratória. Joãozinho foi um guerreiro à frente da UESU e era muito estimado por toda a cidade, que se entristeceu.

DIA DA MULHER
Mesmo em recesso, a Diretoria de Comunicação da Câmara de Uberlândia começa os preparativos para a primeira grande sessão solene de 2018, no dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher. Cada um dos 27 vereadores indica o nome de uma mulher que participa do desenvolvimento da cidade.
 
BIOMETRIA
O prazo para o recadastramento biométrico dos eleitores de Uberlândia termina em 9 de fevereiro, e, até o dia 4 deste mês, 166.614 eleitores de nossa cidade ainda não tinham feito o procedimento. Dos 495.898, apenas 66,40% fizeram o recadastramento biométrico obrigatório. Vai ser um corre corre...

PROVA DE VIDA
O INSS estendeu até 28 de fevereiro o prazo final para que aposentados e pensionistas façam a comprovação de vida, que é uma exigência do governo. Todos os beneficiários que recebem seus pagamentos em conta corrente, conta poupança ou cartão magnético devem provar que estão vivos uma vez por ano.
 
IPVA 2018
O Detran-MG divulgou, na terça-feira (9), lista com postos de atendimento que vão receber o pagamento do IPVA 2018 parcelado por meio de cartão de crédito. De acordo com o Detran, em Uberlândia apenas o CFC Maranatha na Av. Floriano Peixoto, 4555, no Custódio Pereira, está apto a receber.
 
SOBE
A 12ª edição do “Casamento Comunitário”, que acontecerá no dia 26 de maio, está com as inscrições abertas até o próximo dia 20 no gabinete do vereador Marcio Nobre. Após as inscrições, os noivos passarão para a fase de habilitação, etapa de análise da documentação legal que garante a vaga aos interessados.
 
DESCE
O Governo de Minas mais uma vez, joga a responsabilidade de sua incapacidade de gerir as contas públicas em cima dos municípios. Bloqueou também os recursos do IPVA, que, por lei, devem ser repassados às cidades mineiras e que estão sendo usados para pagar os compromissos do Estado. 
Relacionadas »
Comentários »